Presidente da Aleam participa da abertura de Olimpíada Indígena, em Maués

MANAUS – A 1ª Olimpíada Indígena Saterê Mawé aconteceu na última sexta-feira, 22, na Comunidade Santa Maria da Manjuru, no município de Maués (distante 257 quilômetros de Manaus) e foi marcada pela solenidade de entrega de escolas municipais e quadra esportiva para indígenas da comunidade.

A solenidade contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Roberto Cidade (União Brasil), do prefeito de Maués, Júnior Leite (PSC) e do deputado federal Sidney Leite (PSD). O parlamentar, que estava cumprindo agenda no município, afirmou estar empolgado com a visita ao local.

“Venho pra cá e fico entusiasmado em ver essa rica cultura. Fico muito feliz em vir a esta comunidade, de ver o dia a dia de vocês. São essas coisas que nos levam, que nos motivam a trabalhar ainda mais pelas pessoas que mais precisam. Tenham certeza de que vocês têm um caboclo na Assembleia que está preocupado com a comunidade de vocês, com todo o município de Maués. Contem comigo”, afirmou Roberto Cidade.

Na sede do município, Cidade participou da solenidade de entrega da obra de revitalização da Escola Municipal Salum de Almeida e da inauguração da quadra esportiva da unidade escolar. Na Comunidade Menino Deus do Rio Urupadi, o parlamentar participou da inauguração da Escola Municipal Menino Deus do Rio Urupadi.

“Se não me engano, essa já é a décima primeira vez que participo em Maués de uma entrega de escola com o prefeito Junior Leite. A Escola Salum de Almeida, referência na educação inclusiva, agora conta com esta quadra esportiva, que é um importante equipamento para a prática de atividades físicas pelos alunos. Isso é essencial para uma educação de qualidade. Me alegra muito participar de momentos como este, que são tão importantes para a população deste município”, falou.

Ao lado do prefeito, o deputado acompanhou ainda a entrega do grupo gerador e de mobiliários da Escola na Comunidade Campo do Miriti Rio Marau.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO