7 de março de 2021

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), Aristóteles Thury, de 71 anos, foi diagnosticado com Covid-19. Em nota, a Corte Eleitoral disse que o desembargador encontra-se internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Samel, em Manaus.

De acordo com a família, o magistrado não foi intubado e o quadro de saúde é estável, ao contrário das informações que começaram a circular na noite desse sábado, na capital amazonense, que indicavam uma piora no quadro de saúde do desembargador.

No entanto, havendo possibilidade clínica, o TRE-AM informou que o Aristóteles Thury poderá ser transferido para São Paulo a fim de dar continuidade ao tratamento iniciado em Manaus.

“O desembargador Aristóteles Lima Thury, do Tribunal de Justiça do Amazonas e Presidente da Corte Eleitoral do Estado, foi diagnosticado com a Covid-19 e encontra-se internado no Hospital Samel, em UTI. De acordo com a família, o magistrado não foi intubado e o quadro de saúde é estável. Havendo possibilidade clínica, o paciente poderá ser transferido para São Paulo a fim de dar continuidade ao tratamento iniciado em Manaus”, diz nota.

Aristóteles Thury

Com longa carreira sedimentada nas Justiças Comum e Eleitoral, o desembargador Aristóteles Thury foi empossado como presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), em maio de 2020, para o biênio 2020/2022.

À época, Thury foi o escolhido pelos magistrados do Amazonas com 17 votos contra quatro votos destinados ao concorrente, o desembargador Wellington José de Araújo, para ocupar a vaga do então presidente, o desembargador João Simões.

Presidente do TCE-AM

Na quarta-feira, 30, o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, também testou positivo no último dia 30 para Covid-19. A informação foi divulgada na sexta-feira, 1º, pela assessoria do órgão. Segundo a Corte, o conselheiro apresenta quadro de saúde estável, com sintomas brandos, sem febre ou complicações.

O presidente do TCE-AM estava em São Paulo quando apresentou os primeiros sintomas, tosse e dor no corpo e decidiu procurar uma unidade de saúde para fazer o teste. Com o resultado positivo, Mario de Mello iniciou o tratamento em um hospital, em São Paulo, onde permanece acompanhado por uma equipe multidisciplinar de saúde.