Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações revista Fórum

SÃO PAULO – A farmacêutica Vitamedic, uma das principais produtoras de Ivermectina no Brasil, bancou quase R$ 300 mil em anúncios em jornais da Associação Médicos pelo Brasil para promover o “tratamento precoce” com o chamado “kit Covid”, mix que inclui o medicamento além da cloroquina, que é propalado por Jair Bolsonaro (sem partido).

Segundo informações de Raquel Lopes, na edição deste sábado, 17, da Folha de S. Paulo, a farmacêutica pagou R$ 217.295,05 em anúncio no jornais Zero Hora e o Globo, além de R$ 78.080,62 para a publicação na própria Folha.

O anúncio foi divulgado no mês de fevereiro, quando o tratamento precoce já era descartado pela comunidade científica internacional, e foi autorizado pelo oftalmologista Antônio Jordão, que aparece ao lado de Jair Bolsonaro e do deputado Osmar Terra (MDB-RS) no vídeo da reunião no Planalto em setembro de 2020. O vídeo foi divulgado pelo presidente em suas redes sociais.

Em dados enviados à CPI, a Vitamedic diz que aumentou em 1.230% a venda de caixas da Ivermectina, passando de 5,7 milhões em 2019 para 75,8 milhões em 2020.