Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
15 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUSO projeto “Mulheres Empoderadas”, voltado à missão de ajudar mulheres em situações de vulnerabilidade na área do complexo do Mauá, zona Sul de Manaus (Mauazinho I e II, Jardim Mauá e Parque Mauá), está possibilitando atendimentos psicológicos de forma gratuita, a fim de cuidar da saúde mental daquelas com menor poder aquisitivo e que estejam precisando de uma avaliação profissional.

As consultas serão aos sábados pela manhã na Capela Nossa Senhora dos Navegantes, rua Real, s/n – Mauazinho. Aquelas que desejarem atendimento, precisam agendar a sessão pelo WhatsApp (092) 98190-9628. De acordo com a coordenadora e fundadora do projeto, Gleiciane Lima, a iniciativa veio da necessidade do zelo com a saúde mental e emocional de mulheres em situação de risco e, principalmente, em tempos de pandemia.

“Sabemos que elas não levam uma vida fácil, há muitos fatores envolvidos no cotidiano e realidade delas. Muitas chefiam famílias, às vezes passam por violência doméstica ou só estão cansadas precisando de uma orientação profissional. Então, quem quiser pode agendar a partir deste sábado, 12, que já estaremos apostos”, conta Gleiciane.

Futuros atendimentos e ações

Gleiciane Lima conta que a pretensão é tornar os atendimentos possíveis durante a semana, porém, a falta de uma espaço físico para a sede impossibilita que as atividades sejam realizadas com frequência. Além disso, há também o desejo de expandir os atendimentos para além das fronteiras da Zona Sul de Manaus.

“A falta de sede logo, logo não será mais um problema, por hora, nos reunimos para formação e planejamento de ações quinzenalmente. E, geralmente, as terças-feiras e quintas-feiras tiramos para visitar as residências das mulheres identificadas em situações de riscos e vulnerabilidades sociais”, explica Gleiciane.

O “Mulheres Empoderadas” conta com pelo menos três principais frentes de ações. A campanha “Mãezinha Feliz” em que as integrantes do coletivo preparam kits de enxovais para que as gestantes em situações de riscos sociais possam garantir itens básicos para os recém-nascidos.

O “Imagem Poderosa” que promove a autoestima e a valorização da imagem da mulher, onde as participantes têm um dia de beleza, com maquiagem, manicure e pedicure, além da produção de ensaios fotográficos.

A terceira ação é voltada para atender mulheres em situações de riscos nutricionais. Intitulada de “Alimente Uma Vida”, a proposta é balancear a alimentação e a saúde das participantes, por meio de doações de alimentos e conscientização sobre a alimentação saudável.

Sobre o projeto

O “Mulheres Empoderadas” existe há pouco mais de um ano e, além das ações citadas acima, o coletivo composto por 7 mulheres e, até fevereiro deste ano, já realizou mais de 200 atendimentos essenciais como distribuição de medicamentos, orientações sobre violência doméstica, exames laboratoriais e encaminhamentos para o mercado de trabalho e emissões de documentos como RG. Tudo por meio do Conselho Tutelar e Defensoria Pública.

Além de promover iniciativas benéficas, o projeto tem intuito de ajudar mulheres em situações de riscos e lutar por implementações de políticas públicas que efetivem os direitos da mulher em todos os âmbitos sociais.