Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
19 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

This post is also available in (Post também disponível em): English (Inglês)

Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – Instituições de ensino do Amazonas e Tocantins venceram nesta segunda-feira, 22, o Troféu Prêmio ANA 2020 (Agência Nacional de Águas), com iniciativas de uso sustentável dos recursos hídricos. O projeto Água Limpa para os Curumins do Tracajá, realizado pela Escola Municipal Luiz Gonzaga, em Parintins, e o projeto de Gestão de Alto Nível dos Recursos Hídricos (GAN) da Universidade Federal do Tocantins (UFT) ganharam o prêmio em suas respectivas categorias.

O evento foi transmitido pelo canal do Youtube da Agência Nacional de Águas e premiou projetos em oito categorias: Comunicação; Educação; Empresas de Médio e  de Grande Porte; Empresas de Micro ou de Pequeno Porte; Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh); Governo; Organizações Civis; e Pesquisa e Inovação Tecnológica. Os projetos da Amazônia foram contemplados nas categorias “Educação” e “Pesquisa e Inovação Tecnológica”.

O Prêmio Ana foi criado há 14 anos pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico para reconhecer as melhores práticas e iniciativas voltadas ao cuidado das águas do Brasil. É considerada a mais tradicional premiação do setor de águas do Brasil.

Amazonas

Esta foi a primeira vez que o Amazonas conquistou o Troféu Prêmio ANA 2020. Coordenado pelo professor Valter Pereira de Menezes, o Projeto Água Limpa para os Curumins do Tracajá resolveu o problema de diarreia que afetava crianças e idosos durante a vazante e a enchente do Rio Negro. Com pesquisa, os alunos descobriram que a doença era causada pela água.

Projeto Água Limpa para os Curumins do Tracajá venceu na categoria Educação (Reprodução/Internet)

A escola fica situada na comunidade ribeirinha Santo Antônio do Tracajá, no interior de Parintins – município a 369 quilômetros da capital. Cerca de 70 famílias residem na comunidade, que até então não tinha acesso à rede de esgoto e água potável, problema social que inspirou o projeto escolar, que também foi indicado ao Global Teacher Prize, em 2017.

O professor Valter Pereira Menezes é formado em Ciência e especializado em Metodologia do Ensino da Biologia. Atua na Escola Municipal Luiz Gonzaga, na comunidade rural Santo Antônio do Tracajá. Em 2015, com o projeto “Águas limpa para os curumins do Tracajá” venceu o prêmio Educador Nota 10 que reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país.

Tocantins

O projeto Gestão de Alto Nível dos Recursos Hídricos (GAN) teve teve início em 2016 como fruto de um convênio com associações de produtores rurais, decorrente de acordo judicial firmado em audiência pública e desenvolvido pelo Instituto de Atenção às Cidades, da UFT.

Projeto da UFT venceu na categoria Pesquisa e Inovação Tecnológica (Reprodução/Internet)

Coordenado pelo professor de Engenharia Civil do Campus de Palmas, Felipe Marques, o projeto é um sistema de monitoramento que serve como instrumento de planejamento, que orienta o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Formoso, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) com informações que servirão de suporte técnico para a tomada de decisões, no sentido de minimizar as incertezas sobre a disponibilidade e os riscos de uma emergência hídrica.