26 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Carolina Givoni – Da Revista Cenarium

MANAUS – O PSC, partido do governador Wilson Lima, saiu como o grande vencedor das Eleições 2020 no Estado do Amazonas. A partir de 2021, a legenda estará no comando de 17 prefeituras: em 13, com prefeito, e em outras quatro cidades, com o vice-prefeito. Na Capital do Estado, a sigla fez a maior bancada de vereadores, garantindo quatro cadeiras.

Dessas eleições, o MDB sai como segunda maior força no interior amazonense, elegendo 13 prefeitos, mas sem nenhum vereador em Manaus. Republicanos fez 8 prefeitos; PP, 8; PSD, 6; DEM e PSDB, 3 cada; PL e PT, 2 prefeitos cada. Com menor expressão, outros partidos conquistaram uma prefeitura, cada.

No interior amazonense, a eleição é definida no primeiro turno. Isso porque nenhuma cidade tem mais de 200 mil eleitores, condição definida pela legislação eleitoral para haver disputa entre os dois candidatos mais votados, em segundo turno.

Manaus
O Avante, do candidato a Prefeito de Manaus David Almeida, não elegeu prefeitos no interior, mas fez quatro vereadores na CMM. O Podemos, de Amazonino Mendes, que disputa o comando de Manaus com David, fracassou nas disputas municipais, sem conquistar uma única prefeitura. Em Manaus, o partido elegeu três vereadores.

Como pouco mais de um milhão de eleitores, a disputa em Manaus foi acirrada. As pesquisas davam passagem folgada de Amazonino para o segundo turno, mas David encostou: 234.088 votos para Amazonino (23,91%) e 218.929 votos para David Almeida (22,35%).

Analistas políticos avaliam que a queda de Amazonino na semana da eleição se deveu, além da grande rejeição verificada nas últimas disputas eleitorais, ao apoio do senador Eduardo Braga (MDB), que declarou voto à Amazonino na reta final do primeiro turno. Braga também sofre com grande rejeição, principalmente em Manaus.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.