Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Náferson Cruz – Revista Cenarium

MANAUS – Caminhando a passos largos em relação ao conceito sustentabilidade, a grife carioca Farm, estima concluir o projeto “Mil árvores por dia” com impactos socioambientais na Amazônia e Mata Atlântica, até o final desde mês. A iniciativa lançada em meados de março do ano passado até o seu desfecho deve resultar no plantio de 140 mil árvores.

A grife carioca explica que avançou com a campanha de reflorestamento motivada pela ideia de carboneutralizar — ou seja, compensar as emissões de CO2 de toda a produção por meio do plantio de árvores, que na fotossíntese capturam o gás emitido.

As ações de campanha estão concentradas no município de Apuí, localizado a 453 quilômetros de Manaus. Com pouco mais de 22 mil habitantes, é o município com a oitava maior taxa de desmatamento decorrente da produção pecuária: segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). A cidade apresentou, até outubro de 2020, 2.740 focos de queimadas causadas pela técnica de limpeza do solo usada majoritariamente pela atividade pecuária.

Com coleção carbono neutro, FARM lança projeto de reflorestamento de biomas brasileiros (Foto: Divulgação)

A nova coleção da Farm conta com peças em cocriação com as mulheres do povo Yawanawa (localizado entre a Amazônia brasileira e peruana) como destaque – parceria duradoura de três anos visando fomentar a geração de renda das artesãs e das artistas. A coleção, além de ajudar a reflorestar a região dos Yawanawa, instalará pontos de internet em todas as suas aldeias.

A Farm conta com a parceria do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), que também fez o cálculo da emissão dos gases de efeito estufa da coleção, o SOS Mata Atlântica e o One Tree Planted, na Serra da Mantiqueira.

Com informações da Farm