Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS (AM) – Saindo de Manaus pela AM-010, é possível se deparar com várias paisagens que atravessam municípios ligados pela rodovia. O comércio e o turismo também são fonte de renda nestes locais, atraindo pessoas tanto da capital quanto de outros países, seja pela culinária ou pelas belezas naturais. A expectativa com a reforma e modernização da estrada é explorar o potencial dessas atividades de forma mais intensa.

A AM-010 liga Manaus ao município de Itacoatiara, cidade conhecida pelo Festival da Canção, o Fecani. O turismo de base comunitária, turismo religioso, a gastronomia e a pesca esportiva são outras modalidades que compõem esse leque de opções de entretenimento para os municípios impactados diretamente pela rodovia.

“Essas atividades já têm um potencial gigantesco, já são atividades estabelecidas, e a rodovia só vai ajudar a alavancar ainda mais todos esses segmentos que são importantíssimos para o nosso estado”, destacou o presidente da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Sérgio Filho.

Com o avanço da vacinação e a reforma da rodovia, Sérgio espera que o turismo retome o valor perdido durante a pandemia. Segundo ele, a reforma é um “momento histórico” para geração de renda e ocupação.

“Manaus já iniciou a vacinação de 12 a 17 anos, e o anúncio da obra vem na hora que a gente já está programando a retomada do turismo. O turismo de fato foi a atividade mais impactada pela pandemia, e isso não é uma exclusividade do estado do Amazonas, é mundial, e nós estamos muito felizes, entusiasmados, para que com essa obra o turismo renasça fortalecido e alavanque ainda mais todos esses nichos”.

Para o secretário de Cultura e Economia Criativa do Amazonas, Marcos Apolo Muniz, a rodovia permitirá um turismo cultural interligado, movimentando a economia de cada município.

“Acima de tudo, pela possibilidade de nós fazermos, com maior facilidade, a interação entre os municípios, entre ações culturais, potencializando assim a economia da cultura. Podemos pensar também no turismo cultural, em que as pessoas poderão se deslocar com mais facilidade entre os municípios, permitindo assim que a cultura tenha seu destaque e também auxilie com a geração de trabalho e renda para essas cidades”.

Anseio 

Cortado pela AM-010, o município de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus) recebe milhares de turistas atraídos principalmente pelos balneários e pela gastronomia local. Aos fins de semana, muitos comerciantes e proprietários de restaurantes veem a oportunidade perfeita para garantir boa parte da renda.

Sônia Vasconcelos é proprietária de um restaurante próximo ao principal balneário do município. Assim como diversos trabalhadores, ela depende da quantidade de clientes para obter lucro e tirar o sustento da família. A AM-010 modernizada, segundo ela, representa um sonho realizado.

Modernização da AM-010 representa um sonho para moradores (Lucas Silva/Secom)

“Vai ser de muita importância para o nosso município, para a arrecadação do município, para o turismo. O nosso turismo aqui é muito bom e com a rodovia AM-010, com a melhoria dela, vai melhorar muito pra nós aqui que temos família, o nosso sustento. Tem aqui agricultores que têm que ir a Manaus levar o seu produto pra vender lá, e como a gente vem de Manaus também traz o produto pra cá. Vai ser um sonho para todos nós”, afirmou Sônia.

A proprietária de um dos mais populares cafés da manhã de Rio Preto da Eva, Priscila Carvalho, destaca que a quantidade de clientes estagnou nos últimos meses muito pelo estado da rodovia AM-010, que apresenta condições inadequadas. Ela afirma que a reforma será um anseio atendido para todas as pessoas que dependem da circulação de consumidores nos municípios.

Comerciantes e empreendedores comemoraram a reforma da rodovia (Lucas Silva/Secom)

“A gente ouve o comentário dos clientes. Clientes que vinham duas vezes ao mês dizem que só vem uma vez porque a estrada está difícil para o retorno, para a ida também. Então a reforma está sendo aguardada com expectativa, não só para mim como para todos os moradores dos municípios, dos comerciantes não só de Rio Preto da Eva como de todos os municípios que fazem parte da AM-010”.

Modernização 

As obras na AM-010 contemplam 250,4 quilômetros e vão gerar 10 mil empregos. Incluem a construção de um novo pavimento, implantação de acostamentos e novas sinalizações horizontal e vertical. A pista da rodovia será alargada e passará a ter 11 metros de largura. Serão construídos acostamentos de 1,5m de largura ao longo de toda extensão da obra, além de terceiras faixas em 27 pontos críticos de ultrapassagem.

Para dar agilidade aos trabalhos, o Governo do Amazonas montou cinco frentes de obra distintas entre a capital e a sede do município de Itacoatiara que atuarão simultaneamente. Uma das frentes inicia os trabalhos no Km 13, e outra no Km 76,8. A terceira frente começa no Km 127,60, e a quarta no Km 177,40. A quinta frente começa no Km 222,80.