Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
11 de abril de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Gabriel Abreu – Da Revista Cenarium

MANAUS – A cantora do Boi-bumbá Garantido, Roci Mendonça, não resistiu às complicações causadas pela Covid-19 e na noite desse sábado, 9, e morreu após falência de órgãos. A backing vocal estava grávida de sete meses e ainda sofreu três paradas cardíacas.

Roci apresentava um quadro clínico delicado e, após um agravamento, foi submetida a um parto de emergência. Após o procedimento, o bebê foi internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal em uma maternidade na Zona Sul da capital amazonense.

A cantora é mais uma artista da “baixa do São José” que nesta semana morreu em decorrência da Covid-19. A morte dela ocorreu três dias depois do falecimento de um outro nome do boi vermelho e branco, o compositor Rafael Marupiara.

Homenagens

Em nota divulgada nas redes sociais neste domingo, 10, a direção do Boi Garantido lamentou a perda da artista. “Canta rouxinol na porteira. Canta rouxinol na ribeira. Canta a Roci no céu. Aplausos pedimos agora, a quem o Supremo escolheu. Não cabe ao Boi Garantido, selecionar a voz de Deus. Canta Roci. Canta no ‘bem querer’. Canta para sempre: teu boi Garantido nunca vai te esquecer”, diz trecho.

A homenagem a Roci Mendonça foi postada na noite deste sábado, 9, pela direção do bumbá. (Reprodução/Instagram)

A jornalista da TV A Crítica, Naiandra Amorim, também prestou homenagem à amiga pessoal. Na publicação, Amorim usou um vídeo do Festival de Parintins em 2019, em que cantou ao lado de Roci e Márcia Siqueira, a canção “Rosas Vermelhas”.

“O coro celestial ganhou mais uma voz hoje, a sua. Papai do céu te chamou para dar aquele reforço… E aí você vai louvar bastante, como você amava fazer…amiga, te cuida! Eu só queria poder ter mais um tempo contigo agora”, diz trecho.

Ainda no post, Naiandra completa: “O suficiente para te dar um abraço e dizer que sua vida aqui valeu a pena, que você jamais será esquecida e que seu menino vai crescer lindo e forte, como você sempre sonhou. Luz pra você. Muita Luz. Te amo, Roci”, detalhou emocionada.

Naiandra Amorim fez uma homenagem à artista nas redes sociais quando cantou ao lado dela a música Rosas Vermelhas no Festival de 2019. (Reprodução)

Privilégio

O Amo do Boi Garantido, João Paulo Faria, também usou as redes sociais para escrever um texto de homenageando a artista, que segundo ele, foi fundamental na preparação dele para assumir o item na associação folclórica de Parintins.

“Hoje perdi minha professora de canto, minha grande amiga. A pessoa que mais acreditou e mais próxima de mim trabalhou nesses últimos três anos no Garantido. Roci, minha querida Roci, lhe escrevo essas palavras para exaltar a sua memória, relembrar momentos marcantes da nossa amizade e demonstrar toda a minha gratidão por ter tido o privilégio de ter você em minha vida”, homenageou Faria.

O Amo do Boi Garantido João Paulo Faria homenageou a artista falando sobre a trajetória e como conheceu Roci Mendonça (Reprodução/Facebook)

Mortes

Segundo divulgação da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), apenas no sábado, 9, o Amazonas registrou 1.856 novos casos de Covid-19, totalizando 212.996 casos da doença no Estado.

Ainda segundo o boletim, foram confirmados 54 óbitos por Covid-19, sendo 43 ocorridos na sexta-feira, 8, e 11 encerrados por critérios clínicos, de imagem, clinicoepidemiológico ou laboratorial, elevando para 5.669 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, na sexta-feira, 8, foram registrados 56 sepultamentos por Covid-19. Além disso, o informativo alerta que 26.707 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de Saúde, o que corresponde a 12,54% dos casos confirmados ativos.