Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – “Ei mana, deixa eu te falar”, esse é o famoso bordão de Anny Bergatin ou, melhor, da popularmente conhecida “Ruivinha de Marte”. A jovem de 24 anos nascida em Urucará, município do Amazonas (a 281 quilômetros de Manaus), tem se destacado nas redes sociais com produções de conteúdo voltadas ao humor.

A então tímida menina que veio do interior do Amazonas para morar em Manaus com seis anos de idade, hoje com seus vibrantes cabelos ruivos e jeito irreverente, possui a surpreendente marca de meio milhão de seguidores no aplicativo de mídia chinês TikTok. Além disso, também interage com mais de 126 mil seguidores no app Instagram e ainda conta com a rede social Facebook, alcançando a marca de mais de 60 mil seguidores (números registrados nas redes sociais até a data de publicação desta matéria).

Segundo Ruivinha, nada foi planejado, apesar de ter desenvoltura diante das câmeras, ela tentou por algumas vezes ter um canal na internet, mas desistia, ora por medo das críticas ou pelos afazeres e também pelo período em que resolveu se dedicar à religião.

“Em 2013, eu comecei, mas não era nada sério, parei. Depois de um tempo, abri uma conta no Vine que é um app de interação como os outros, aí parei de novo, recebia críticas por ser da igreja, aí deixei de mão, sabe?”, relembra Ruivinha.

O sucesso veio

Mas engana-se quem acha que ficou por isso mesmo. No ano passado, em meio à pandemia, ela teve a ideia despretensiosa de fazer um vídeo falando com o jeito único que o amazonense tem de se expressar. O vídeo, feito no TikTok, em forma de dueto, viralizou nas páginas virtuais locais e depois em todo o Brasil.

“Eu fiz um vídeo com o Mário, um tiktoker famoso que estava bombando na época. A ideia era fazer parecer que ele estava conversando com uma pessoa daqui. Aí pronto, quando percebi, já estava na boca do povo”, diz a jovem.

A fama repentina, que veio em uma época de dor e sofrimento para todo o mundo, trouxe também uma lição em forma de oportunidade para a jovem extrovertida. “Eu carrego como uma missão. Vi que eu poderia causar um momento de distração e sorriso em uma fase tão tensa e triste, então, por que não fazer?”, pontuou a influencer.

Quando questionada se já se considera famosa, Ruivinha afirma que já é bastante conhecida e que muitas vezes se assusta com tantas pessoas demonstrando carinho por ela. “Recebo críticas, mas ainda bem que o carinho é bem maior. Fico abismada quando saio pra fazer qualquer coisa e do nada vem alguém para dizer que me curte nas redes sociais ou vem pedir para tirar foto. É bem legal sentir o carinho de perto”, ressalta.

“Gostaria de ver mais meninas no humor”, diz Ruivinha (Reprodução/Instagram)

Meninas no Humor

A jovem influencer do humor baré é uma das poucas mulheres que faz produções de conteúdo voltado para o gênero nas redes sociais. Em meio a nomes como Leandro Leite, Matheus Guedes, Marcos Paiva e muitos outros perfis conhecidos na internet.

 Aos poucos, a Ruivinha de Marte tem quebrado paradigmas e tem deixado sua assinatura do riso nas vidas daqueles que consomem tal conteúdo. “Eu gostaria de ver mais meninas nesse meio. Estou cansada de ouvir que mulher não combina com isso, que não sabe fazer este tipo de entretenimento. Acho muito legal o trabalho que os meninos fazem, mas quero ver mais colegas também. Somos poucas ainda”, lamenta Ruivinha.

Parcerias e planos

Hoje, o que era distração virou trabalho e a principal fonte de renda da jovem. Por conta da alta visibilidade na internet não só aqui em Manaus, mas também fora do Brasil como em Portugal, onde ela afirma ter muitos fãs, diversas lojas já contrataram a influencer do humor como garota-propaganda nas mídias sociais.

“Hoje meu trabalho, meu ganha-pão, é como influencer do humor, levando leveza e distração nas propagandas – o que atrai muito as empresas, que já dá para comprar um tacacá de R$ 30 reais, mana”, diz a influencer em tons de risos.

Além de se dedicar ao trabalho na internet, a humorista sonhadora cursa o 5º período de jornalismo e pretende seguir na carreira na área de comunicação, bem como não deixar de lado o talento que tem para o canto.

“Eu quero muito um dia ser apresentadora de TV, ser da área do entretenimento. Ser uma daquelas apresentadoras bem diferentonas e com muito humor, claro. Também vou sempre ter contato com a música, uma coisa de cada vez. Por agora, estou colhendo os frutos do meu trabalho da internet”, conta ela.

A Ruivinha, que hoje é só sorrisos, deixa um recado para os que estão iniciando nessa onda virtual, que não é fácil, e conta com dedicação aliada a sorte. “Persista! É isso, paciência, persistência, constância e gostar do que faz. Uma hora acontece. É claro que têm aqueles que têm a sorte de não planejar nada e de repente ser um sucesso da Internet. Mas, ainda sim, eu digo, não desista, vai dar certo”, finaliza.

Ela também é conhecida como “a rainha da risadinha” (Reprodução/Instagram)