23 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Carolina Givoni – Da Revista Cenarium

MANAUS – “A capital amazonense é sinônimo de Amazônia e sabemos que os temas e decisões relacionadas a ela acabam se tornando foco mundial”. O discurso da diretora-geral da REVISTA CENARIUM, Paula Litaiff, ilustra a razão de promover a partir desta segunda-feira, 26, até 10 de novembro, a primeira sabatina técnica com participação de especialistas em administração pública, meio ambiente e demais assuntos intrínsecos às atribuições do futuro ocupante do Executivo municipal.

Para abordar as problemáticas da metrópole dominante da Amazônia Ocidental, que possui  Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 98.719,516 bilhões, e PIB per capita de R$ 22 mil anuais, a sabatina da CENARIUM ocorrerá entre os dias 26, 27, 28, 29, 30 de outubro e, em novembro, retoma nos dias 3, 4, 5, 6, 9 e 10, com transmissão pelo site da revista, o www.revistacenarium.com.br, no horário das 19h. 

Senso crítico

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 1.131.613 milhão de eleitores estão aptos a votar e por conta disso o propósito do encontro, que não é uma entrevista e nem um debate, é fomentar o senso crítico sobre as propostas dos postulantes. “Nós não temos a intenção de constranger o candidato, a ideia é municiar o eleitor com informações sobre mobilidade urbana, transporte coletivo, saúde, educação, além de turismo e relações internacionais”, explica Litaiff.

Leia Mais: Eleições 2020: CREA-AM pede entrada na sabatina técnica da REVISTA CENARIUM

Responsabilidades

Além disso, o novo prefeito de Manaus terá sob responsabilidade dele a gestão de um território correspondente a 11.401,092 km², área calculada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre outras atribuições, o ‘chefe’ do Executivo municipal vai administrar a sétima capital mais populosa do Brasil, com 2.219.580 milhões de habitantes, sendo a primeira mais populosa da região Norte, superando Belém do Pará, com 1.499.641 milhão de habitantes.

“Tivemos a iniciativa de convidar profissionais em direito, economia, administração e além de estudiosos e pesquisadores da Amazônia na condição de entrevistadores, para levar informação e jornalismo aos eleitores e internautas”, finaliza Paula.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.