Saiba quem é Valdecy Urquiza, primeiro brasileiro escolhido para chefiar Interpol

O delegado Valdecy Urquiza ao lado da logo da Interpol (Composição de Paulo Dutra/CENARIUM)
Isabella Rabelo – Da Cenarium*

MANAUS (AM) – O delegado da Polícia Federal (PF) Valdecy Urquiza foi escolhido para ser o próximo secretário-geral da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol), com mandato até 2029. A eleição foi realizada nesta terça-feira, 25, no âmbito do Comitê Executivo da Interpol, mas a indicação deve ser ratificada em novembro pela assembleia geral da organização.

Nordestino, Urquiza é natural de São Luís, no Maranhão, e se formou em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor), no Ceará. Ele também possui MBA em Administração Pública pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) e pós-graduação em Direito Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP).

O delegado exerce, atualmente, o cargo de diretor de Cooperação Internacional da Polícia Federal, além de ocupar, desde 2021, mandato como vice-presidente para as Américas do Comitê Executivo da Interpol. Também já atuou como diretor adjunto para Comunidades Vulneráveis da organização entre 2018 e 2021.

PUBLICIDADE
Valdecy Urquiza em evento internacional (Reprodução/Redes Sociais)

A indicação de Urquiza para concorrer ao cargo foi feita pela PF em setembro do ano. Na ocasião, ele publicou nas redes sociais um agradecimento ao governo federal. “Meus sinceros agradecimentos ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, ao Ministério das Relações Exteriores e à Polícia Federal pela confiança e apoio inabaláveis”, escreveu no X.

Nesta terça-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) parabenizou o delegado pela eleição, destacando que é a primeira vez que um candidato de um País do Sul Global vence a disputa. “Sua indicação mostra a importância da retomada da diplomacia brasileira, o prestígio da Polícia Federal brasileira e a confiança em nosso país para essa importante missão na manutenção da lei e combate ao crime organizado no mundo”, disse Lula nas redes sociais.

O presidente Lula parabeniza o delegado Valdecy Urquiza
Reconhecimento internacional

Em nota conjunta, a Polícia Federal e o Itamaraty destacaram que é a primeira vez, em cem anos de história da Interpol, que a organização será comandada por nacional de um País em desenvolvimento. Ativa desde 1923, a organização internacional foi chefiada somente por homens de apenas cinco Países, dos quais quatro deles fazem parte do continente europeu, além dos Estados Unidos.

“Representa, ademais, o reconhecimento, pela comunidade internacional, do profissionalismo e da competência da Polícia Federal brasileira no enfrentamento à criminalidade, bem como de sua relevante contribuição ao trabalho da Interpol”, diz trecho do comunicado.

A Interpol é uma organização intergovernamental que conta com 196 países membros, coordenando as redes de policiais e especialistas em diferentes categorias de crimes. Segundo a PF, a eleição de Urquiza reflete a prioridade atribuída pelo governo brasileiro ao combate ao crime organizado transnacional.

Leia mais: Após 3 dias foragido, presidente do Solidariedade se entrega à Polícia Federal
(*) Com informações da Agência Brasil
PUBLICIDADE

O que você achou deste conteúdo?

Compartilhe:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.