Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Wesley Diego – da Cenarium

SÃO PAULO (SP) – São Paulo tem investido nos eventos-testes para garantir a retomada das atividades do turismo no segundo semestre deste ano. Nos últimos dois meses, eventos com milhares de pessoas, e seguindo os protocolos sanitários, foram realizados com alto grau de sucesso. A alta na demanda por viagens e expressivo aumento em hospedagens no setor hoteleiro são indicativos do aquecimento do setor.

A Expo Retomada, produzida em julho, foi a primeira de um calendário de 30 eventos do governo estadual. Realizada em Santos, no litoral paulista, contou com 1.264 visitantes e apenas duas pessoas foram confirmadas positivas para Covid-19 nos testes feitos na entrada da feira.

Os eventos previamente planejados acontecem em ambiente controlado, com testagem de participantes e expositores. O Governo de São Paulo faz o acompanhamento de cada uma das pessoas que frequentaram as convenções com intuito de ajustar as regras que possibilitaram a retomada do Turismo.

Além dos visitantes das feiras, todos que estão diretamente envolvidos na organização dos eventos-testes precisam seguir protocolos sanitários rígidos elaborados em parceria com o Hospital das Clínicas de SP. Todos os participantes devem assinar um termo de consentimento e de responsabilidade apontando não possuir nenhuma comorbidade.

Uma rotina quase militar foi adotada para segurança dos visitantes: testagem rápida da Covid-19, aferição de temperatura, acesso aos eventos com hora marcada, uso obrigatório de máscaras, distanciamento social e permanência máxima de 3 horas aos visitantes dos eventos.

A Expo Retomada realizada em julho (Divulgação/Expo Retomada)

Protocolos e mais protocolos

A Feira Criativa, realizada no último fim de semana em São Paulo, recebeu cerca de 3 mil pessoas e contou com mais de 100 expositores. Todos os protocolos foram seguidos e os organizadores consideraram o evento um sucesso.

“Colaborar com este evento é motivo de muita satisfação. É mais um passo no caminho para a nossa volta à normalidade. E o que nos dá confiança é que as medidas para a reabertura da economia, dos eventos em geral, incluindo o lazer, estão sendo tomadas como muita responsabilidade pela Prefeitura de São Paulo e o governo do Estado”, disse o secretário municipal de Esportes e Lazer, Thiago Milhim.

Turismo aquecido

Com o avanço da vacinação e a queda dos números de casos e mortes pelo Coronavírus, a busca por viagens aumentou no País. Segundo uma pesquisa recente do Instituto Ipsos, 84% dos entrevistados pretendem se reconectar com amigos e parentes depois do período de quarentena.

Um exemplo do crescimento da demanda por viagens é o aumento da malha aérea doméstica. As companhias aéreas tiveram, em agosto, o quarto mês consecutivo de crescimento de voos com médias diárias de 1.680 partidas, o equivalente a 70% da média no início da pandemia, segundo pesquisa da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

As companhias internacionais também estão retomando as rotas para o Brasil. Voos que partem para Roma, Londres e Washington retornaram aos sites das empresas. A Emirates Airlines, por exemplo, voltou com sua rota diária de São Paulo – Dubai.

O setor hoteleiro também registrou uma alta expressiva de reservas. Segundo uma pesquisa do Itaú Unibanco, o crescimento de hotéis no segundo trimestre de 2021 foi de 255% em relação ao mesmo período do ano passado. Atividades de lazer como clubes, cinema e teatros observaram um acréscimo de 176%, o que mostra a vontade dos consumidores em deixar a pandemia para trás.

O aeroporto de Congonhas, em São Paulo (Reprodução/Instagram)