Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Bruno Pacheco – Da Cenarium

MANAUS – Especialistas de áreas ambientais, sustentáveis e tecnológicas debaterão o fortalecimento da produção sustentável da Floresta Amazônica. O “II Manejar – Seminário de Produção Florestal Familiar e Comunitária do Amazonas” irá ocorrer entre os dias 14 e 15 de setembro deste ano. A iniciativa é desenvolvida pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável na Amazônia (Idesam) e será realizada de forma online por meio do canal da instituição no YouTube.

O evento busca difundir experiências e soluções para os desafios da geração de renda, por meio de produtos sustentáveis da Amazônia e marca o encerramento do projeto do Idesam, “Cidades Florestais”, feito em parceria com o Fundo Amazônia com Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desde 2018, ajudando produtores rurais na produção florestal de maneira sustentável. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site.

O evento debaterá meios de inovação da produção florestal familiar e comunitária no Amazonas (Reprodução/Idesam)

O gerente do Programa Manejo e Tecnologias Florestais do Idesam e um dos organizadores do evento, André Vianna, salienta que o seminário encerra um ciclo de três anos de trabalho, com a estruturação de cadeias produtivas sustentáveis de organizações sociais do Amazonas. O evento também busca indicar necessidades de políticas públicas e possibilidades de conexões entre empresa, setor público e organizações sociais.

“O Projeto Cidades Florestais, apoiado pelo Fundo Amazônia/BNDES, atuou em parceria com 16 organizações sociais em dez municípios do Estado. Durante esse período foram construídas usinas de óleos vegetais, licenciados planos de manejo florestais, estruturadas cadeias produtivas e realizadas ações de assessoria técnica e de gestão”, salientou.

Programação

O II Manejar terá a apresentação do diretor técnico do Idesam, Carlos Koury, e de André Vianna, que realizará a abertura do evento, a partir das 9h, de 14 de setembro, e devem palestrar sobre o Projeto Cidades Florestais. O coordenador técnico Marcus Biazatti e o engenheiro florestal Filipe Freitas participarão do primeiro painel da iniciativa, com o tema “Madeira manejada: resultados e soluções”, a partir das 10h às 11h.

Ainda no primeiro dia de evento, o coordenador do Projeto Cidades Florestais, Eduardo Wienskoski, a graduanda em Química Maria Luiza Prestes e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Amazonas (Sedecti-AM), João Paulo Ferreira Rufino, estão reunidos no segundo painel para debater sobre o tema “Rede de Óleos Vegetais: resultados e soluções”, a partir das 14h. 

Produção de açaí (Kleyton Silva/Reprodução)

O dia finaliza com a palestra da analista de Marketing Louise Lauschner e do assessor técnico da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (GIZ) André Machado, a partir das 15h30, sobre a marca coletiva Inatú Amazônia, que é um dos resultados positivos do projeto desenvolvido pelo Idesam.

A abertura do segundo e última dia de evento também será a partir das 9h, com o painel “Sistema de Rastreabilidade nas Cadeias Produtivas Florestais”, que contará com a participação do coordenador de Tecnologia da Informação Thiago Grivot, do engenheiro florestal Raylton Pereira, ambos do Idesam, e do responsável pela empresa Darvore, João Tezza.

Painéis

A partir das 10h30 até as 11h30, ocorre o segundo painel do dia com o tema “Oportunidades dos Serviços Ambientais para as Cadeias Produtivas Florestais do Amazonas”, que terá a participação da coordenadora do Programa de Mudanças Climáticas do Idesam, Victória Bastos. 

A partir das 14h, os biólogos Pablo Pacheco e Leonardo Rodrigues, junto com o historiador Marcos Orttiz, que atua há mais de 39 anos com ciências sociais aplicadas às questões socioambientais, estarão no painel “Ferramentas de avaliação do projeto – MVS e de desmatamento nos territórios”. A partir das 15h30, Carlos Koury e André Vianna apresentarão o encerramento do evento e os resultados do “Projeto Cidades Florestais: legado, próximos passos e recomendações para políticas públicas”.

Vídeo

O II Manejar ocorre entre os dias 14 e 15 de setembro (Reprodução)