Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
23 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do o Globo

MANAUS – Ainda era a madrugada desta quarta-feira, quando Thales Bretas postou uma emocionante despedida para o ator Paulo Gustavo, seu marido, que faleceu vítima da Covid-19. Em seu perfil no Instagram, Thales confessa que ainda não conseguiu processar tudo o que houve. “Não consigo escrever um centésimo do quanto você foi e é importante para mim e para o mundo. E continuará sendo, eternamente…”, escreveu, num trecho da postagem.

“Ainda é muito difícil processar tudo o que aconteceu nos últimos dias… Nossa caminhada tinha tudo pra ser longa! Linda como vinha sendo… tão feliz! E foi muito! Como fui feliz nesses últimos 7 anos que tive o privilégio de conviver com você! Como eu aprendi, cresci! Espero poder passar um pouco do seu legado de generosidade, afeto, alegria e amor. Você é um furacão! Uma estrela que brilhou muito aqui na Terra, e vai brilhar ainda mais no céu, olhando pela nossa família sempre!!! Eu te amo tanto… e sempre te amarei, para o resto da minha vida! Não consigo escrever um centésimo do quanto você foi e é importante para mim e pro mundo. E continuará sendo, eternamente… Peço desculpas aos amigos e aos fãs por não conseguir elaborar tudo como gostaria e responder a todos. Estou vivendo um turbilhão de sensações. Obrigado pelas energias positivas e orações. Muito amor tenho recebido, espero num momento mais oportuno conseguir retribuir! Bjs saudosos…”, escreveu.

Paulo Gustavo ficou internado por 53 dias, no Rio de Janeiro, mas perdeu a luta contra o novo coronavírus. Em maio de 2020, num programa de TV, o ator confessou seu medo durante a pandemia: “Eu tenho problema respiratório. A medicina não sabe ainda como esse vírus reage dentro de cada pessoa”, desabafou.

Artistas e autoridades de todo o país mobilizaram as redes sociais para prestar homenagem ao comediante. Paulo Gustavo deixou dois filhos, Romeu e Gael, de 1 ano e nove meses. O velório deverá acontecer no Theatro Municipal do Rio, mas restrito apenas a família e amigos.