27 de fevereiro de 2021

Com informações da Record TV

MANAUS – Receba Fonseca, a enfermeira que viralizou nas redes sociais na semana passada ao empurrar um paciente com Covid-19, em meio a um engarrafamento quilométrico na rodovia federal BR-230, contou sobre o momento desesperador que vivenciou na Transamazônica.

O vídeo mostrando a profissional e o paciente viralizou nas redes sociais. O caso aconteceu próximo ao município de Itaituba, no sudoeste do Pará. Segundo ela, a decisão de descer da ambulância e ir a pé foi a única forma que eles encontraram para sair da fila parada de veículos.

“Sensação de dever cumprido”, disse Rebeca ao relembrar o caso. A paciente estava sendo transferida de uma cidade para outra, pois o seu estado de saúde havia se agravado em decorrência da Covid-19. Para chegar no outro local, a ambulância precisava passar pela Transamazônica. Mas, os caminhoneiros estavam protestando contra a qualidade da via.

No momento em que ela e o motorista da ambulância perceberam que não conseguiriam passar, eles decidiram descer e empurrar a maca até o local onde outro veículo estava aguardando para ajudar. O trajeto que dura cerca de duas horas acabou levando 11 horas. Caminhoneiros e o motorista da ambulância fizeram gravações sobre o ocorrido.