Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Os servidores efetivos da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) receberão um aumento de 38% no salário, anunciou, nesta quinta-feira, 2, o presidente da Casa, deputado Roberto Cidade (PV). Os valores serão pagos de forma gradativa, a partir de janeiro de 2022. Desde 2013, os funcionários da Aleam não recebem aumento.

De acordo com Cidade, o aumento começa com 10%, a partir de janeiro do ano que vem. Em março, haverá novo reajuste de 10%, junto à progressão funcional que acontece anualmente neste mês. A última bonificação no salário será paga em agosto de 2022, segundo o deputado.

“Uma pessoa que recebe em torno de R$ 3.600 vai passar a receber R$ 5.100. Também teremos aumento nas funções. Quem tinha uma FC1 que ganhava R$ 2.100 vai passar para R$ 3.500, o FC2 que era de R$ 1.200 vai ser R$ 2.500 e o FC3 que era R$ 900 passará para R$ 1.500″, destacou Roberto Cidade.

O parlamentar lembra que o aumento foi uma promessa que ele fez na tribuna e, hoje, junto aos 24 deputados estaduais, está cumprindo. “Esse é o maior aumento realizado pela Assembleia. Há pelo menos cinco anos, os servidores não recebiam esse reconhecimento”, declarou o presidente da Aleam.

Vale-medicamento

Além do aumento de 38%, a partir de 2022, a Assembleia Legislativa do Amazonas começa a implementar o “vale-medicamento”, destinado aos servidores da Casa que estão aposentados ou em processo de aposentadoria. O benefício será de R$ 1.500.

Para o presidente da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Assale), Silvete Alves da Silva, os benefícios obtidos são resultado de seis anos de luta por melhorias. “Só agradeço a Deus por esse momento”, comemorou.