Estudo aponta que conversão de 5% das pastagens em plantações poderia dobrar produção de biocombustíveis

VOLTAR PARA O TOPO