Organização atribui a garimpo ilegal origem de surto de malária em território Sateré-Mawé

VOLTAR PARA O TOPO