Terezinha Morango: ex-Miss Amazonas e segunda mulher mais bonita do mundo morre aos 85 anos no RJ

Jennifer Silva – Da Revista Cenarium

MANAUS – A primeira nortista a conquistar o concurso “Miss Brasil”, Tereza Gonçalves Morango, conhecida por todos como “Terezinha Morango”, faleceu neste sábado, 13, no Rio de Janeiro, aos 85 anos de idade. A informação foi confirmada pela página do Atlético Rio Negro Clube, onde se referem a Terezinha como o “sorriso mais lindo” e se despedem da ex-Miss Brasil. “A beleza que encantou, agora descansa”. A morte foi em decorrência de uma parada cardíaca.

Ex-Miss Brasil, Terezinha Morango, na capa da extinta revista Manchete (Reprodução/Internet)

Lucius Gonçalves, amigo próximo de Terezinha, falou à REVISTA CENARIUM sobre a perda de sua amiga. “É uma perda muito grande, quando uma mulher como a Terezinha Morango parte. Ela foi a primeira Miss Amazonas a conquistar o título de Miss Brasil e isso fez parte de uma história durante muitos anos, quando nós só tínhamos ela como referência dentro desse concurso mundialmente conhecido. Ela sempre foi, para todos nós, durante os meus dez anos de coordenação de Miss Amazonas, referência de beleza”, afirmou o ex-coordenador do concurso Miss Amazonas.

Terezinha Morango morreu no Rio de Janeiro, aos 85 anos, após parada cardíaca (Reprodução/ Facebook)

Terezinha e sua história

Tereza “Terezinha” Gonçalves Morango nasceu em 26 de outubro de 1936, na Fazenda Canavial, no município de São Paulo de Olivença. Ela foi a primeira amazonense a ganhar o concurso de Miss Brasil, em 1957, realizado no Hotel Quitandinha, em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

Era filha de Manoel Ferreira Morango, um português nascido na cidade do Porto, e Emir Gonçalves Morango, uma amazonense do interior. O casal teve oito filhos: José, Getúlio, Tereza, Maria Antonieta, Marieta, Gloria, Maria das Dores e Manoel.

Disputou o concurso de Miss Universo, no dia 19 de julho, em Long Beach (Califórnia) nos Estados Unidos, ficando em segundo lugar, perdendo para a peruana Gladys Zender por ter as coxas muito grossas.

A ex-miss era viúva e morava em apartamento da Praia do Leblon, no Rio de Janeiro.

Confira nota na íntegra do Atlético Rio Negro Clube:

NOTA DO RIO NEGRO:

A beleza que encantou, agora descansa… Faleceu hoje, 13, no Rio de Janeiro, nossa eterna Miss, Terezinha Morango.
Natural de São Paulo de Olivença, interior do Amazonas, Terezinha veio ainda jovem para Manaus, onde fez fama e encantou a todos com sua exuberante beleza.
Foi Miss Rio Negro, Miss Amazonas, Miss Brasil e 2º lugar no Miss Universo em 1957.
Foi a primeira nortista a alcançar o posto de mulher mais bonita do país.
Nosso clube se despede do sorriso mais lindo, que agora ficará para sempre em nossa memória.


Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO