Termo #BolsonaroGENOCIDA cresce no Twitter após Felipe Neto ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional

Com informações do Congresso em Foco

Após o youtuber Felipe Neto ser enquadrado na lei de Segurança Nacional, políticos, artistas e outros usuários do Twitter partiram em defesa do influenciador digital por meio das redes sociais. O movimento levou a #BolsonaroGENOCIDA a se tornar um dos principais assuntos do Twitter nesta manhã de terça-feira (16). A hashtag #ImpeatchmentBolsonaro também está entre os Trending Topics da rede social.

O youtuber foi intimado na segunda-feira (15) pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por ter criticado o presidente Jair Bolsonaro pela condução da crise sanitária de coronavírus no Brasil ao chamá-lo de genocida. O País ocupa o segundo lugar no ranking de mortos no mundo com mais de 270 mil mortes. Segundo Felipe Neto, a denúncia partiu do vereador carioca Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), um dos filhos do presidente.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO