Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
6 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – Elas chamam atenção, são práticas, cheias de estilo e trazem consigo parte da identidade, história e cultura do povo afro. Por essa razão, nesta quinta-feira, 1º, a CENARIUM reuniu mitos e verdades sobre o penteado “queridinho” das afros e cacheadas, estamos falando sobre as tranças ou as chamadas box braids – traduzido do inglês, tranças em caixa – são um tipo de trança de cabelo predominantemente popular entre os negros. E, apesar de existir há séculos, o visual está ganhando mais adeptas e tem ficado cada vez mais popular.

Junto à popularidade também vêm muitos questionamentos – por vezes são preconceituosos – que envolvem as tranças e quase inevitavelmente perseguem aquelas que usam. Para acabar de vez com aqueles comentários, perguntas inconvenientes feitos com frequência por quem não conhece muito sobre o assunto.

1- As tranças estragam e quebram o cabelo

Mito – Na verdade, as tranças ajudam a proteger as madeixas naturais contra a exposição ao sol e à poeira, além de agressões externas. Elas também não abafam os fios como muita gente pensa.

2- As tranças ajudam no crescimento capilar

Verdade – Justamente por proteger os fios, o cabelo sofre menos agressões e fica mais tempo sem passar por processos químicos, cortes ou quebra dos fios, o que consequentemente ajuda a estimular no crescimento. Mas, atenção, o cabelo não cresce mais rápido.  

3- O material não influencia

Mito – Ao contrário, influencia sim! Dependendo do tipo de material usado, algumas pessoas podem desenvolver até alergia no couro cabeludo, nas costas e no colo. Há vários tipos de material que podem ser usados e varia muito ao gosto de cada mulher.

O kanekalon é um material sintético que imita fios de cabelo e costuma ser mais pesado, a lã também é usada para fazer as box braids, oferece uma gama maior de cores. Elas são leves quando secas, mas quando molhadas ficam mais pesadas.

As tranças costumam dar um up no visual e possibilitam a mescla de cores diversas. (Reprodução/Instagram)

Há ainda as linhas de crochê, elas, assim como a lã, oferecem maior variedade de cores e também não são muito pesadas. E finalmente, o queridinho de todas, o jumbo, um material sintético, porém, o mais parecido com o cabelo natural. Eles permitem um look mais natural com as pontas com um melhor acabamento, principalmente se for o chamado jumbo orgânico, muito similar ao cabelo humano.

4- Ajuda na transição capilar

Verdade – As tranças são uma ótima opção para quem está passando pela difícil missão da transição capilar para assumir os cachos. Isso porque as box braids escodem a diferença de textura e dão aquele up para a autoestima da mulher e para quem busca cabelos longos é uma ótima pedida.

5- Quanto mais apertadas mais duram

Mito – Nunca aperte demais suas tranças, isso pode ocasionar a quebra dos fios por conta da tração. Em casos mais graves pode ocorrer a alopecia – queda de cabelo repentina por conta do processo inflamatório causado no couro cabeludo.

A durabilidade das tranças não tem a ver com a quão apertada elas são e sim com os cuidados diários para que a trança na raiz não escorregue facilmente. Dormir de toca de cetim e evitar usar capacete, por exemplo, ajudam a manter a boa estética das trançadas.

6- A cabeça fica doída assim que trançam os cabelos

Verdade – Sim. O couro cabeludo fica dolorido logo nos três primeiros dias após trançar as madeixas. O tempo do incômodo pode variar um pouco dependendo da sensibilidade de cada pessoa.

Mas, atenção! Se ao quinto dia após fazer as tranças o dolorido no couro cabeludo não passar, procure sua trancista e veja o que há de errado, principalmente, se não for a primeira vez que você trança o cabelo.

Uma dica extra para as iniciantes é não fazer aqueles penteados maravilhosos que toda trançada gosta de fazer. Para dar um close certo, aguarde pelo menos 5 dias para prender o cabelo, isso evita deixar mais dolorido e possíveis quebra. Didaticamente falando, é como se fosse o tempo em que o “cabelo se acostuma” com novo look.

As tranças são uma ótima opção para quem está passando pela difícil missão da transição capilar (Reprodução/Instagram)
7- E, finalmente, o comentário mais feito em relação aqueles que usam tranças: o cabelo fica sujo, não dá para lavar!

Mito – Certamente toda trançada já ouviu esse infeliz e ignorante comentário sobre a higienização dos cabelos. O mito de que não dá para lavar a cabeça quando trançada, certamente é o mito mais mito de todos que envolvem as pessoas que escolheram as box braids para mudar o visual.

O cabeça pode ser lavada sim. A diferença é que o modo como se lava o couro cabeludo e as madeixas mudam. O ideal é que se lave pela manhã, assim o cabelo seca ao longo do dia ao ar livre ou você pode secá-lo com o auxílio do secador. Mas nunca lave à noite, pois dormir com a cabeça úmida pode causar fungos e mau cheiro, certamente ninguém quer isso.

Na hora da higienização, o ideal é optar por shampoos sem sal ou aqueles transparentes e mais leves, dilua a quantidade habitual em um pouco d’água e passe entre os espaços que ficam entre uma trança e outra esfregando com as pontas dos dedos delicadamente.

Após enxágue bem feito, repita a operação se achar necessário e não use condicionador ou qualquer outro tipo de creme. Apenas água e shampoo resolvem a questão. O condicionador e outros produtos por serem mais espessos e se não retirados corretamente podem acumular resíduos entre as tranças e também deixar mau cheiro e fungos.

Hoje, já é possível encontrar no mercado produtos específicos para as trançadas realizarem a higienização das tranças e do couro cabeludo.

Dica extra:

O ser humano perde de 100 até 150 fios de cabelo por dia. Mesmo com o cabelo trançado, vale ressaltar que os fios caem, mas, por conta das madeixas trançadas, os cabelos que caem naturalmente ficam presos até o dia em que as tranças forem retiradas.

Por isso, não se assuste ao perceber com o tempo uns pontinhos brancos próximos da raiz, isso são os cabelos que caíram e ficaram presos, mas depois esses pontinhos bancos somem e fica tudo certo.

O tempo estimado para aproveitar suas tranças é de até no máximo três meses. É importantíssimo respeitar esse tempo limite para manter a saúde capilar e não ter problemas graves na hora de retirar, como por exemplo, na raiz está acúmulo de resíduos e o cabelo natural está grudado no cabelo sintético.

Todo bônus tem ônus e é preciso ter os cuidados essenciais para ficar bonita e desfrutar do look poderoso que este penteado ancestral proporciona.