Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
26 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações do Portal UOL

TURQUIA- O presidente Tayyip Erdogan retirou a Turquia de um acordo internacional destinado a proteger as mulheres, disse o governo do País neste sábado, 20, gerando protestos e críticas dos que consideram necessário combater o aumento da violência doméstica.

O acordo do Conselho da Europa, denominado Convenção de Istambul, prometeu prevenir, processar e eliminar a violência doméstica e promover a igualdade. A Turquia o assinou em 2011, mas o feminicídio aumentou no País nos últimos anos.

A retirada não foi justificada no Diário Oficial da União, onde foi publicada madrugada deste sábado. Mas altos funcionários do governo disseram que a lei doméstica, em vez de soluções externas, protegeria os direitos das mulheres.