Usinas de oxigênio doadas por Sírio-Libanês começam a ser montadas em hospital do AM

Com informações da assessoria

MANAUS – As duas usinas de oxigênio vindas de São Paulo, doadas pelo Hospital Sírio-Libanês, já estão sendo montadas. Os equipamentos vão atender a enfermaria de campanha montada no estacionamento do Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, referência no tratamento da Covid-19 no Amazonas.

Os seis tanques que irão armazenar o oxigênio, o compressor e usina já estão no local. Ao todo, sete usinas de oxigênio foram requisitadas administrativamente pelo Ministério da Saúde e encaminhadas para a rede estadual de saúde no último domingo, 17.

As usinas em processo de instalação no Delphina produzem, juntas, 26 metros cúbicos do insumo, por hora, e irão atender a demanda dos 50 leitos que fazem parte da estrutura da enfermaria de campanha. A expectativa é de que as usinas do Delphina sejam montadas em três dias. As estruturas darão maior autonomia no abastecimento do insumo necessário aos hospitais.

Usinas para o interior

Além das usinas geradoras de oxigênio requisitadas administrativamente pelo Governo Federal, o Governo do Amazonas recebe, nesta quarta-feira, 20, cinco usinas independentes para a produção de oxigênio, doadas pelo Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo. O material será encaminhado às unidades de saúde do interior.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO