Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
19 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Cenarium

MANAUS – A fome e a miséria no Brasil foram destaque na capa deste domingo, 3, do jornal britânico The Guardian, um dos periódicos mais respeitados do mundo. A reportagem estampou a foto do fotojornalista Domingos Peixoto, que viralizou na semana passada, mostrando um caminhão com restos de carne e ossos, no Rio de Janeiro, sendo disputado por moradores que têm fome e não possuem dinheiro suficiente para comprar alimento.

Veja também: CENARIUM como fonte de pesquisa para o jornal britânico, The Guardian

“Fotografias de partir o coração de brasileiros destituídos revirando uma pilha de carcaças de animais em busca de comida revelaram a crise de fome que assola o País mais populoso da América Latina, onde milhões foram mergulhados na privação pela pandemia do coronavírus e pela inflação crescente”, começa a reportagem, assinada por Tom Phillips, intitulada “Clamor no Brasil por fotos de pessoas vasculhando carcaças de animais”.

Jornal The Guardian destacou a fome e miséria vivenciada por brasileiros (Reprodução)

O texto aborda a pobreza extrema da população e repercute a matéria “Brasil 2021: a dor da fome” do jornal Extra que mostrou a foto dos moradores disputando por comida. A reportagem também mostra depoimentos de brasileiros sobre a fome e cita que o caso gerou os protestos no País desse sábado, 2, contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido).

Ainda segundo a reportagem, estima-se que 19 milhões de brasileiros passaram fome desde o início do surto de Covid-19, que matou 600 mil pessoas.

“Em outras partes da região, o sofrimento é ainda mais intenso. Na semana passada, uma importante universidade venezuelana disse que quase 77% dos cidadãos viviam em extrema pobreza, com uma terrível escassez de combustível, e que a Covid era a culpada por um salto de 10% no ano passado”, destaca outro trecho da matéria do The Guardian.

Confira a reportagem completa no site.