22 de janeiro de 2021

Vanessa Taveira – Da Revista Cenarium

MANAUS – Nesta semana, a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL) anunciou que a expectativa de volume de vendas para o período, da tão esperada ‘Black Friday’, de acordo com pesquisas realizadas pelo órgão, é de 3% para o Natal.

“Nós temos a situação de que o povo deveria estar viajando, saindo no final do ano e não vai estar, também temos a seguinte situação: no ano passado, o governo não pagou o salário de dezembro, em dezembro, pagou em janeiro. Portanto, nós vamos ter esse avanço de maior volume de dinheiro caindo no mês de dezembro, com isso tem condições de chegar em torno de 3%”, destaca Ralph Assayag, presidente da CDL.

Esse ano, por conta da pandemia da Covid-19, a ‘sexta-feira’ mais esperada do ano, será de forma diferente. O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 do Governo do Amazonas reforçou às entidades representativas do comércio, empresários e lojistas sobre a proibição da realização de liquidações e ações promocionais como medida para evitar aglomerações e combater a proliferação do novo Coronavírus.

Determinação

A determinação é prevista no artigo 9º, do Decreto Estadual n⁰ 42.330, de 28 de maio de 2020 em que considera a semana de promoção Black Friday, a última semana deste mês de novembro. Os comerciantes devem restringir o número de consumidores nos estabelecimentos a 50% da capacidade, oferecer álcool em gel e exigir o uso de máscara de proteção.

Ainda como forma de manter as vendas no período promocional e sem prejudicar os comerciantes, a comissão de enfrentamento à Covid-19, orienta que sejam adotadas práticas de vendas virtual, por meio de e-commerce e drive-thru, minimizando a circulação e aglomeração de pessoas.

Marília Pedrosa é proprietária da loja PGV Home Center, em Manaus, e que tem itens com materiais elétricos, hidráulicos, revestimentos, pet e cosmético. Em entrevista à REVISTA CENARIUM, ela pontua que, mesmo em meio à pandemia, as vendas estão em crescimento e que para a última semana de novembro espera bons resultados em virtude de estratégias especificas para o momento.

“Nós começamos nossas promoções quinze dias antes do prazo determinado. Assim os clientes podem comparecer à loja e aproveitar os produtos com desconto, sem preocupação de aglomeração, vez que seguiremos com os valores até o fim da semana de liquidação. Oferecemos também aos clientes máscaras e álcool em gel, além das vendas online pelo WhatsApp e redes sociais, onde fazemos entregas para que o cliente desfrute com tranquilidade”, finaliza Marília.

Contratação Temporária

A CDL afirma que o fim da pandemia ainda não está perto e que por conta disto, é extremamente importante o uso de álcool em gel e máscara ao sair de casa, bem como evitar aglomerações.

Ação da Black Friday costuma ser um termômetro para a época mais esperada do ano pelo varejo: o Natal (Ricardo Oliveira/ Revista Cenarium)

“Estávamos em preparação desde os últimos cinco anos e seria a oitava festividade do ano, passou agora a ser a terceira. Está bem difícil, pois precisamos vender e não podemos vender. Eu peço que continuem tomando todos os cuidados para que não tenhamos novas medidas mais rígidas do governo para o Natal”, ressalta Assayag.

Assayag destaca ainda que a média de contratação de temporários nos últimos quatro anos foi de 4 a 5 mil pessoas. Esse ano, a expectativa é de no máximo 2 mil pessoas, chegando a 2.500 com algumas lojas que estão em inauguração nesse período. Já a Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) prevê cerca de 220 mil vagas para contratação temporária.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.