Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Os gastos exagerados dos parlamentares com o “Cotão” volta a repercutir no Amazonas nesta quarta-feira, 17. Uma única viagem do deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) com o dinheiro público em voo fretado de Manaus para o interior do Estado custou R$ 17,5 mil, quase 15 vezes o valor de uma viagem de R$ 1,2 mil, estampa os principais veículos de comunicação.

O gasto da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), o ‘Cotão’, está publicado no portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e se refere ao mês de dezembro de 2020. Conforme noticiou anteriormente, a CENARIUM mostrou que nos últimos dois anos (2019-2020) Wilker Barreto gastou, junto aos deputados Delegado Péricles (PSL) e Dermilson Chagas (Podemos), R$ 98.703,46 com passagens, diárias e aluguel de táxi-aéreo.

A viagem

O município de Barcelos fica a 401 quilômetros de distância da capital. As viagens por via aquática custam, em média, R$ 150. Já um deslocamento feito em voo comercial varia entre R$ 350 e R$ 1,2 mil. De acordo com o site da Aleam, a empresa Cleiton Táxi-Aéreo, que já presta serviços de fretamento de aeronave para o Poder Legislativo, foi a beneficiada com a verba parlamentar.

Wilker Barreto também destinou R$ 50 mil para marketing de acordo com o Portal da Transparência da Casa Legislativa. Segundo o lançamento da prestação de contas, os recursos foram gastos com a empresa A F Soares Marketing e Pesquisas LTDA, para fins de pesquisas socioeconômicas da atividade parlamentar.

Aumento da Cota barrado

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) derrubou nessa quinta-feira, 14, o aumento de 35% do “Cotão” parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). A decisão acatou o pedido do Movimento Brasil Livre no Amazonas (MBL-AM), sob justificativa de priorizar recursos no combate à pandemia da Covid-19 no Estado.

Além de suspender a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), a tutela provisória também vetou temporariamente o aumento de 20% da verba de gabinete, além da criação de três cargos de assessor para as 24 Comissões Técnicas Parlamentares (CTP) a partir do ano de 2022.

Protestos

Oposicionista ao governo do Estado, o deputado amazonense pede constantemente para a população ir às ruas para pedir o impeachment do governador Wilson Lima (PSC). Manaus até então era a nona cidade do País com o maior número de mortes geradas pelas aglomerações e por conta da falta de planejamento hospitalar das últimas gestões governamentais. Barreto é aliado do governador que mais esteve no cargo no Amazonas, Amazonino Mendes (Podemos).

Uma manifestação promovida recentemente por oposicionistas do governador Wilson Lima (PSC) no dia 16 de fevereiro, em frente à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), foi dispersada pela Polícia Militar (PM). O ato aconteceu na avenida Mário Ipiranga, zona Sul da capital amazonense, e teve baixa adesão. As reinvindicações pediam a redução no preço da gasolina e a flexibilização do comércio.

Fretamento da aeronave

O deputado estadual Wilker Barreto esclarece que, ao contrário do que cita a matéria, Barcelos não recebe voos comerciais, motivo este, que assim como os demais deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas – Aleam, foi necessário o fretamento de uma aeronave.

“Ressalto, ainda, a minha total transparência com os órgãos de fiscalização e respaldo com o que prego na tribuna da Aleam, pois – sempre que a logística do nosso Amazonas permite – tenho utilizado de voos comerciais pagos pela Casa Legislativa, como fiz nas minhas viagens para o município de Tabatinga”, afirmou, acrescentando ter “a mais absoluta transparência” em seus processos. “Declaro que minha viagem para Barcelos foi motivada pela destinação e execução de Emendas Parlamentares aplicadas no município”, finalizou.