5 de março de 2021

Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou nesta segunda-feira, 8, novas medidas de combate à Covid-19 no Estado. Entre as medidas estão a abertura de novos leitos em unidades de saúde de Manaus e a implantação de miniusinas de produção de oxigênio.

Segundo Wilson Lima, mais de mil leitos devem ser inaugurados nas unidades de saúde nos próximos dias. “1.275 leitos estão sendo ativados na rede de saúde e devem ser inaugurados nos próximos dias. Fizemos uma reforma no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na Zona Leste, e hoje estamos abrindo 23 leitos de UTI e também 5 leitos na sala vermelha, que são aquelas unidades de cuidados intermediários. Também serão abertos 30 leitos no Hospital Delphina Aziz”, detalhou o governador.

Lima relembrou que foram abertos 160 leitos nas últimas duas semanas. Segundo o governador, mais de mil leitos foram inaugurados desde outubro. “Nós saímos de 400 leitos para 1.400, ou seja, mil leitos a mais no estado do Amazonas. Isso tem um impacto significativo na fila de espera. Conseguimos diminuir a fila de espera e estamos conseguindo nos aproximar daquilo que a gente espera como ideal”, destacou.

Oxigênio

Durante o anúncio das novas medidas, o governador lembrou que o Estado recebeu, no sábado, 6, 90 mil metros cúbicos de oxigênio vindos de Belém, no Pará. Segundo ele, esta operação será feita uma vez por semana, reforçando a garantir de autossuficiência das unidades hospitalares na produção de oxigênio.

“Esta é uma medida para garantir o estoque necessário para manter todas as unidades de saúde em funcionamento e abastecidas. Nós já conseguimos montar 22 miniusinas de produção de oxigênio, principalmente no interior, garantindo uma produção de algo em torno de 10 mil metros cúbicos por dia. Há uma outra usina, maior, que está sendo implantada no Hospital 28 de Agosto. A nossa meta é instalar 69 miniusinas tanto na capital quanto no interior”, disse o governador.

Novas doses de vacina

Durante o anúncio, o governador Wilson Lima destacou ainda que o Amazonas recebeu mais doses de vacina nesse domingo, 7, o suficiente vacinar todos os idosos e profissionais de saúde. “Ontem nós recebemos 96.200 doses da vacina, que serão suficientes parar vacinar todos os profissionais da área de saúde da capital e do interior, público e privada, e também os idosos acima dos 70 anos de idade”, falou.

Estabilidade de casos

Segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o Amazonas está estável na média móvel dos casos nos últimos 14 dias. No entanto, no caso da média móvel de óbitos ainda há uma preocupação. “Hoje começa a valer um novo decreto e é importante que as pessoas entendam que é necessário seguir as recomendações para que a gente possa voltar ao normal. Os números indicam uma estabilidade, mas ainda são altos”, destacou Wilson Lima.