2 de março de 2021

Gabriel Abreu – Da Revista Cenarium

MANAUS – O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), anunciou neste sábado, 12, novas medidas para conter o avanço de casos da Covid-19 no Estado. A medida vale a partir da próxima segunda-feira, 15, e ocorre após a regressão para a fase vermelha da pandemia em Manaus. Com isso, a circulação de pessoas foi restrita de 19h às 6h e comércio geral liberado, por meio de Drive-Thru, das 8h às 15h.

“Nós estamos no processo de flexibilização, a medida em que nós vamos tendo a segurança epidemiológica necessária para fazer isso, além de avaliar nossa capacidade de atendimento hospitalar. Todas decisões que estamos tomando são baseadas de acordo com a necessidade dos segmentos da sociedade civil organizada. Dessa forma, encontramos o equilíbrio, garantindo proteção à vida das pessoas e a necessidade de funcionamento das atividades, das pessoas que precisam do emprego”, explicou o governador.

De acordo Wilson Lima, serão publicados dois decretos, pois o interior do Amazonas ainda enfrenta a fase roxa da pandemia. A classificação da pandemia é baseada em levantamentos epidemiológicos estipulada pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). Durante a coletiva feita por meio das redes sociais, um panorama da situação da doença mostra uma pequena estabilidade mais ainda com o número alto de mortes.

Transferência de pacientes

Uma novidade anunciada pelo secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, foi que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou que os pacientes do interior serão removidos para hospitais referenciados no Brasil para tratamento da Covid-19.

“Entramos também com a estratégia de transferências do interior com o apoio da Força Aérea Brasileira. Quando tiver vaga em Manaus, vem para Manaus, quando não tiver transfere para outro hospital federal que tenha UTI vaga. Vamos trabalhar no protocolo, o equipamento está pronto, agora é o protocolo de remoção e a procura de vagas por UTI que nós já fazemos e o contato com os hospitais federais”, destacou Campelo.

Vacinação

Durante a coletiva, o governador falou que a campanha de vacinação contra a Covid-19 vai ser antecipada para as pessoas maiores de 50 anos a partir da chegada de novas doses da vacina a partir do dia 22 de fevereiro.

“Nós temos trabalhado uma série de ações importantes para conter a pandemia. Ente elas, a ampliação da rede de saúde, fundamental para garantir assistência de todos e as medidas de restrição. Entendo que a vacina é o caminho mais seguro para que a gente possa começar, aos poucos, voltar a nossa normalidade. Daí a necessidade de a gente ter essa ação de vacinação em massa, desse apoio do Governo Federal”, destacou Wilson Lima.