27 de fevereiro de 2021

João Paulo Guimarães – Da Revista Cenarium

BELÉM – O governador do Pará, Hélder Barbalho (MDB), decidiu neste sábado, 30, que a região do Baixo Amazonas e Calha Norte entrem em Bandeiramento Preto. O bandeiramento significa a restrição mais severa, o lockdown em toda a região.

Por meio do Twitter, Helder explicou a população do Estado sobre as novas regras. “Pedindo a compreensão e a solidariedade, nós estaremos mudando o bandeiramento da região que está vermelho de risco e agora foi elevado para preto, para lockdown. Isto é necessário para salvar a vida da nossa população”, detalhou.

O Instituto Evandro Chagas (IEC) confirmou na sexta-feira, 29, que a nova cepa do Coronavírus foi encontrada em duas pessoas em Santarém.
A variante P1 foi identificada em um homem de 58 anos e uma mulher de 26 anos no município de Santarém no Oeste do Pará.

Ocupação de leitos

A descoberta vem em um momento delicado para o Sistema de Saúde no Estado que já não consegue atender as demandas. Os leitos de UTI têm lotação em 83% e, no Oeste do Estado, leitos clínicos alcançam 100% de ocupação e leitos de UTI com 97,7%. A informação da nova cepa foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa) e pelo próprio governador no Tweet.

“Pessoal, lamento informar que foram confirmados dois casos da nova cepa, aqui no Pará. A confirmação foi feita pelo Instituto Evandro Chagas. A variante que circula no Amazonas foi identificada em: um homem de 58 anos e uma mulher de 26 anos de idade, no município de Santarém”, diz Tweet.

Medidas

Em menos de duas semanas após o início da campanha de vacinação no estado, Hélder Barbalho lançou dois novos decretos. São medidas de restrição para impedir uma alavancagem de mais contágios e da mesma forma o aumento de óbitos.

As medidas valem para 15 dias e como de costume já começam a dividir a sociedade que teme uma recessão na economia do estado. Profissionais da área de eventos e restaurantes fizeram um protesto essa semana em frente à TV Liberal, afiliada da Rede Globo.

Viaturas da Polícia Militar do Pará durante fechamento de bares que descumpriram o decreto. (Reprodução/Internet)

A descoberta da nova variante dentro do Estado já acende um sinal vermelho entre as autoridades que pretendem restringir ainda mais a circulação de pessoas no estado inteiro. O bandeiramento no Pará mudou nessa sexta feira e passou para a cor laranja para a região metropolitana de Belém, Marajó Oriental, Marajó Ocidental, Carajás e Nordeste.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.