Em Lábrea, Idam inaugura posto de atendimento ao agricultor na Vila Curuquetê

Com informações da Assessoria

MANAUS — O Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), inaugurou, nesta quarta-feira, 15, mais um posto de atendimento do Idam. Dessa vez, a unidade foi instalada na Vila Curuquetê, localizada no município de Lábrea (distante a 702 quilômetros de Manaus). A inauguração contou com a presença do secretário de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior.

O objetivo é fortalecer a presença do poder público estadual na região para que os agricultores familiares tenham acesso às políticas públicas de desenvolvimento rural sustentável. A base de apoio é resultado da parceria entre o Idam e a comunidade rural, distante a 150 quilômetros da sede do Idam em Vila Extrema, Sul de Lábrea.

De acordo com o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, a meta do Instituto é atender mais de 300 pessoas, por mês, com as políticas do Cartão do Produtor Primário (CPP), Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), apoio ao ordenamento agroambiental e, principalmente, assistência técnica nas práticas de manejo.

“Atualmente, a localidade conta com cerca de 1.000 famílias rurais, onde a principal atividade praticada é a pecuária de corte. O Idam, como órgão de assistência técnica ao produtor, irá apoiar as famílias rurais que desejam cultivar o cacau, o café e outras lavouras, que permitam a geração de renda e oportunidades no campo. E para isso, o poder público vai ajudar no ordenamento socioeconômico, ambiental e assistência técnica para pecuária e agricultura familiar”, enfatizou Valdenor.  

Assistência Técnica

Com a inauguração de mais esse posto de atendimento, o Idam agora dispõe de 69 unidades locais, distribuídas em todos os municípios do Amazonas e em comunidades rurais distantes e de difícil acesso, a exemplo de Curuquetê (Lábrea), Caburi (Parintins) e Distrito de Realidade (Humaitá).   

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO