Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – O Ministério Público do Trabalho (MPT) instaurou inquérito civil para apurar falta de estrutura nas escolas municipais da zona rural de Manaus Zilda Iracema e Arthur Virgílio. O inquérito é fruto de denúncia feita pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam) que visitou e recebeu fotos das unidades.

De acordo com o MPT, também foram encaminhadas informações para apuração por parte do Ministério Público do Estado. Foi dado um prazo de 30 dias para que a Secretaria Municipal de Educação (Semed) se manifeste sobre o assunto e informe se há projeto para a regularização estrutural dessas escolas.

Estrutura da Escola Municipal Zilda Iracema, na zona rural de Manaus (Divulgação/Assessoria)

“É de total abandono a situação dessas duas escolas, mas também sabemos que várias outras estão em situação parecida. É desumano, tanto para os trabalhadores quanto para os estudantes. Como desenvolver o ensino e a aprendizagem no calor, em salas cheias e sem condições de cumprir o distanciamento social para prevenir a Covid-19? Esperamos que a Semed olhe com mais atenção para essas pessoas”, disse a presidente do Sinteam, Ana Cristina Rodrigues.