‘Não temo a baixa política de pessoas sem paz, sem Deus’, diz prefeito de Manaus sobre adversários eleitorais

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), compartilhou nesta sexta-feira, 11, um vídeo em suas redes sociais para denunciar campanhas que adversários desferem contra ele e sua família. O gestor disse que não teme a “baixa política de pessoas sem paz, sem Deus, sem amor e sem compaixão”.

Segundo Arthur, a cada dia é preparado contra ele novos atos de um plano ardiloso e nefasto que visa a abalá-lo familiarmente e politicamente. “É uma perversidade enorme. Seria, por ventura, a proximidade das eleições a excitar essas pessoas?”, perguntou.

“Antes de tudo, tranquilizo a minha cidade e os quase 2,3 milhões de habitantes que aqui vivem e que considero como da minha família. Não temo essa gente sem paz, sem Deus, sem amor, sem compaixão. Ao contrário, espero que encontrem tranquilidade e aprendam a viver sem fazer mal a quem não merece. Mas não os temo, porque confio na biografia em que construí em 42 anos de vida pública ocupando os mais elevados postos desta República”, disse.

O gestor pontuou que tem sido alvo de mistificações, difamações e invencionices “nascidas de espíritos rancorosos, de carreiras fracassadas, de corações endurecidos pela inveja e pelo ódio que os envenenam”.

“Às vezes sinto como se uma matilha de hienas estivessem tentando cercar-me e aos meus. Impossível, leão é mais forte que hienas e como eu as conheço bem, em suas práticas de hipocrisia e desonestidade. Deus garante força a quem enfrenta injustiças, mesquinharias, vinganças e inverdades. Enfrentarei todas as tramas que essas mentes sejam capazes de produzir com calor de quem se respeita e nunca a baixa política”, desabafou.

Ao final, Arthur Neto enfatizou que cada um escolhe seus caminhos e que seu compromisso é com Manaus e com o povo do Amazonas.

Confira a publicação

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO