4 de março de 2021

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – As imagens de uma bebê panda, de apenas seis meses de idade, agarrando a perna do cuidador para abraçá-lo viralizaram nas redes sociais e explodiram os corações dos apaixonados pelo animal. O vídeo foi registrado no zoológico de Evaland, na Coreia do Sul, perto de Seul.

Chamado de Fu Bao (tesouro que traz felicidade, traduzido para o português brasileiro), o animal é da espécie panda-gigante, um mamífero omnívoro da família Ursidae endêmico da República Popular da China. Os pais do bebê panda foram um presente do presidente chinês Xi Jinping para a Coreia do Sul, em 2016, segundo fontes internacionais. 

Nas imagens, a filhote é carregada no colo pelo cuidador, que pesa Fu Bao. O momento inesperado e ‘fofo’ vem momentos depois, quando a primeira panda nascida na Coreia do Sul agarra com toda sua força a perna do homem, tentando morder e abraçá-lo, como se quisesse carinho e aconchego. O profissional, no entanto, se desprende do animal, que volta a brincar no chão do local.

O vídeo, de nome Baby Panda ‘Fu Bao’, foi gravado há cerca de um mês e já tem mais de 5 milhões de vizualizações no Youtube do zoológico Everland, com mais de 7,7 mil comentários.

“Eu morri… não aguento tanta fofura… querida, estou aqui. Por favor, me abrace”, disse uma internauta, em inglês.

“Estou apaixonada neste panda. Ele é tão fofo e peludo”, escreveu a internauta Sheela Sharma, no Youtube.

Outra internauta, no entanto, chamou a atenção para a solidão do animal, que quer apenas carinho, segundo ela. “Ela parece tão solitária e entediada. Ela precisa de atenção e carinho. Ela precisa de um amigo”, escreveu, em inglês.

Assista ao vídeo:

Primeira panda na Coreia

Em novembro do ano passado, a primeira panda nascida no País Sul-Coreano foi apresentada pela primeira vez a um grupo de crianças e repórteres. À época, a bebê pesava 5,8 quilos e tinha 58,5 centímetros de comprimento, conforme o zoológico Everland.

Sua espécie também é considerada como uma das mais ameaçadas do mundo. Uma das explicações é que as pandas fêmeas só podem conceber uma vez ao ano, por um período limitado, sendo que os filhotes têm baixa chance de sobrevivência, devido à maioria dos nascimentos prematuros, pesando menos de 200 gramas, segundo especialistas. Quando nasceu, Fu Bao pesava 197 gramas e tinha 16,5 centímetros de comprimento.

Segundo a imprensa internacional, o país de Fu Bao, a fêmea Ai Bao, de sete anos de idade, e o macho Le Bao, de oito anos de idade, chegaram ao país vindos da província chinesa de Sichuan, lar dos pandas-gigantes, como parte da “diplomacia do panda” da China.