Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
21 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium*

MANAUS – O Amazonas registrou mais dois casos confirmados de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), doença que atinge crianças e adolescentes – potencial e temporariamente associada à Covid-19. Com a inserção dos novos casos, passam a ser três casos confirmados de SIM-P no Estado. A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) divulgou o caso nos últimos dias.

O segundo caso confirmado é de uma bebê de dois meses, residente de Tabatinga e que recebeu o diagnóstico em Manaus. Ela foi internada em um Hospital e Pronto-Socorro da Criança da capital. A bebê permanece internada na unidade hospitalar.

O terceiro também se trata de uma bebê, de cinco meses de idade, residente em Manaus, que foi internada em um hospital da rede particular da capital, onde recebeu diagnóstico de SIM-P. Após 15 dias de internação, a criança foi a óbito.

Os casos estão sendo avaliados por uma equipe composta pela Comissão Estadual de Prevenção e Controle de Infecção em Serviços de Saúde (Ceciss/FVS-AM), do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs/FVS-AM).

De acordo com a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, a equipe técnica realiza a investigação após ser notificada pelos profissionais de saúde das unidades hospitalares.

“Os casos são notificados para a vigilância em saúde da FVS-AM que acompanha cada um até que seja constatado o diagnóstico de SIM-P. As investigações já descartaram 69 casos que eram suspeitos para a doença”, afirmou.

(*) Com informações da assessoria