Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de setembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Priscilla Peixoto – Da Cenarium

MANAUS – Com a chegada do primeiro dia de agosto, diversas pessoas se prepararam para receber um novo ciclo mensal com simpatias, no intuito de atrair prosperidade e boas energias para encarar a jornada do cotidiano, tanto em ambientes externos como dentro de casa. A CENARIUM neste domingo, 1º, fala sobre “assoprar canela”, uma das mais populares e acessíveis simpatias para atrair prosperidade e abundância não somente para o quesito material, mas para o campo emocional e espiritual.

Ainda que não comprovada cientificamente quanto a real eficácia desses ritos, pessoas, como a universitária Manuela Dias, de 27 anos, não abrem mão de prática de assoprar canela do primeiro dia de cada mês do ano. “Sempre faço, para atrair saúde, relações prósperas e abundância para minha casa e familiares. Acho que, quando é para o bem, tudo é válido. Mal não vai fazer, né? E tem dado certo, acho muito que vai do poder da mente e energia que você emana nas suas atitudes”, conta Manuela.

Assoprar canela é uma das simpatias mais populares para quem deseja atrair prosperidade (Reprodução/ Internet)

Simpatia

A universitária explica o passo a passo da simpatia que leva como agente principal a canela em pó e a fé de que vai dar certo. “É muito simples e não tem erro. No dia 1ª de cada mês, a pessoa vai se dirigir até a porta da entrada da residência ou do trabalho. Na palma da mão direita segure um punhado de canela em pó”, explica Manuela.

Em seguida, Manuela orienta que antes de soprar o pó da canela de fora para dentro do ambiente é necessário mentalizar coisas boas e pensar com fé no desejo a ser concretizado. “Assopre com crença e repetindo a frase: ‘quando essa canela eu assoprar, a prosperidade aqui entrará. Quando essa canela eu assoprar, a fartura virá para ficar. Quando essa canela eu assoprar, a abundância aqui vai morar‘”, ensina a jovem.

Canela e o sagrado

A canela é uma especiaria milenar, usada não só na culinária como em rituais místicos associados ao amor, sorte e riqueza. Costuma ser usada também para afastar energias negativas e como aromatizante e estimulante criativo de práticas voltadas à saúde.

Na medicina, a canela também é conhecida por combater bactérias, candidíases, úlceras e fungos. Além de possuir propriedades anti-inflamatórias, ela auxilia no combate ao envelhecimento precoce e tem efeito termogênico.

A canela é conhecida como uma especiaria milenar (Reprodução/ Internet)

Fé, simpatias e suporte

As simpatias buscam, de certa forma, dar um alento e esperança para aquilo que pessoas desejam. Para o autor do livro “Acreditando em Mágica: A Psicologia da Superstição”, Stuat Vyse, as superstições e simpatias decorrem da necessidade de controle que o ser humano tem diante da vida, mesmo não tendo controle sobre o desejado, essas práticas dão uma certa sensação de conforto.

Em junho deste ano, a CENARIUM publicou uma matéria sobre as simpatias e orações voltadas a Santo Antônio, conhecido como “o santo casamenteiro”. Na ocasião, o Xɛ́byosɔnɔ̀n Alberto Jorge, comentou sobre o sucesso desses ritos entre a sociedade.

De acordo com pai Alberto, uma das explicações para tanto sucesso em volta das simpatias é a necessidade de alimentar a esperança essencialmente importante para a vida do ser humano. Ele ressalta que a energia desprendida da psique humana é fundamental para que de fato aconteça.

“Essa esperança muitas vezes se deposita no sagrado como uma forma de encontrar um lenitivo, uma força para solucionar aquilo que nossas condições e limitações, enquanto ser humano não permitem ultrapassar. Por isso, os anos passam e essas tradições permanecem. Lembrando sempre que a fé é o elemento principal para qualquer sociedade”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.