Bolsonaro volta a pedir relaxamento do isolamento social e aponta ao STF

Folhapress

BRASÍLIA – Em uma live transmitida na tarde deste sábado, 18, direto da rampa do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro disse que mudou um pouco a política de enfrentamento ao novo coronavírus e criticou prefeitos e governadores. Ele aguardava uma carreata promovida por setores da Igreja Católica.

“Mudamos a política (de enfrentamento ao coronavírus) um pouco agora, a partir de ontem. Se bem que a decisão foi do Supremo. O Supremo que decidiu que os estados e municípios podem decretar as medidas que acharem necessárias para conter o avanço do vírus. Têm prefeitos aí que cometeram barbaridades”, declarou, apontando para o outro lado da Praça dos Três Poderes, onde fica o STF.

“O Supremo falou que eu não tenho autoridade para isso, mas no que depender de nós vamos começar a flexibilizar e mostrar que não é este o caminho. A hora que chegar a conta não queiram colocar, não para mim, para o povo brasileiro”, concluiu.

Com recados a Bolsonaro, a Corte decidiu na quarta-feira, 15, que estados e municípios têm autonomia para determinar o isolamento social em meio à pandemia do coronavírus.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO