Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
25 de julho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações do O Globo

MANAUS – Em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira, o CEO dos Jogos Olímpicos de Tóquio, Toshiro Muto, deu a entender que o comitê organizador não descarta o cancelamento do evento. Perguntado sobre a possibilidade, o dirigente indicou que um aumento no número de casos de Covid-19 pode levar a novas discussões internas.

“Não podemos prever o que vai acontecer em relação ao número de casos positivos de coronavírus. Continuaremos a discutir se houver um aumento significativo no número deles”, disse.

Nesta terça-feira, foi confirmado um novo caso positivo entre atletas já na Vila Olímpica. Os jogadores de futebol sul-africanos Thabiso Monyane e Kamohelo Mahlatsi, o atleta do vôlei de praia Ondrej Perusic e uma ginasta reserva dos Estados Unidos (que seria Kara Eaker) foram os primeiros contaminados confirmados oficialmente pela organização e por federações locais.

Desde que o comitê organizador passou a compilar os dados em 1º de julho, já são 67 casos positivos relacionados aos Jogos, a três dias da cerimônia de abertura.

“Nós concordamos que, baseados na situação do coronavírus, conversaríamos novamente. Nesse momento, os casos podem cair ou subir, então vamos pensar no que fazer quando a situação mudar”, disse Muto.

A cerimônia de abertura dos Jogos está marcada para a próxima sexta-feira. Na quarta-feira, têm início o calendário de competições, com partidas do futebol e do beisebol.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.