Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
6 de dezembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Luciana Bezerra – Da Revista Cenarium

MANAUS – Por conta da pandemia do novo Coronavírus e do isolamento social, a população em geral está em casa, desde março. E, para o bem-estar das famílias, é comum haver o aumento do uso de equipamentos eletroeletrônicos. Neste cenário, por mais difícil que seja, é importante ficar atento ao uso adequado de cada aparelho, evitando desperdício de energia e, consequentemente, aumento na conta de luz.

Para amenizar esse desperdício de energia dentro de casa, o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) orienta a população para algumas medidas simples que podem reduzir significativamente o consumo de energia durante esse período.

De acordo com o diretor-presidente do Ipaam, Juliano Valente, o aumento no consumo de energia elétrica é um dos principais pontos que a população mais vem sofrendo durante essa pandemia.

“A permanência das pessoas em casa por causa do novo vírus fez aumentar a produção de lixo, o consumo de água, e com a energia elétrica não seria diferente. Por isso, nós procuramos informar a população com orientações que possam ajudar a reduzir esses gastos com energia elétrica”, alertou por meio de sua assessoria.

Valente ressaltou ainda que, durante esse período, é esperado que a população crie novos hábitos para a economia dos recursos naturais, que poderão resultar até na redução dos valores a serem pagos pelo serviço de energia elétrica. 

Veja como economizar

1 – Tire os aparelhos da tomada. Ligue somente os aparelhos domésticos necessários para o seu uso. Quando não estiver usando, não deixe ligado, pois acaba gastando mais energia.

2 – Iluminação. Aproveite ao máximo a luz natural do dia e lembre-se de sempre apagar as lâmpadas que não estiver utilizando. Se possível, substitua as lâmpadas incandescentes (consumo médio de 75 watts) e fluorescentes (consumo de apenas 15 watts) compactas antigas por lâmpadas de LED, que duram mais e gastam menos energia.

3 – Aproveite a luz do dia. Utilize ao máximo a luz natural, deixando cortinas, janelas e portas abertas, para que assim você não precise usar de forma desnecessária a energia elétrica.

4 – Geladeira. Este equipamento corresponde, em média, a 30% do consumo total de uma residência. Mesmo estando em casa, procure não abrir a geladeira com frequência. Antes de puxar a porta, pense no que precisa retirar, ou seja, diminua o tempo que a porta ficará aberta.

5 – Máquina de lavar e ferro de passar roupa. Junte o máximo de roupas, otimizando o uso da máquina de lavar em sua capacidade máxima. O ideal é utilizar uma ou duas vezes por semana estes equipamentos.

6 – Ar condicionado. Se necessário, utilize o equipamento somente em ambientes fechados, com janelas e portas bem vedadas. Mantenha sempre limpo o filtro de passagem do ar para que não haja necessidade de esforço extra do aparelho, o que consome mais energia.

7 – Eletrônicos. Ao terminar o trabalho no computador, desligue o equipamento eletrônico, inclusive tirando-o da tomada, pois a função stand by também consome energia.

(*) Com informações da assessoria