Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
20 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações do Jornal da USP

MANAUS (AM) – A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida pela Escola Politécnica (Poli) da USP, é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista que está com inscrições abertas para a 20ª edição. Os projetos devem ser submetidos até o dia 3 de novembro de 2021 pela plataforma Minha Febrace, neste link, que foi desenvolvida de acordo com as exigências estabelecidas pela nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). 

Podem participar estudantes matriculados no 8º ou 9º ano do Ensino Fundamental, no Ensino Médio ou técnico de instituições públicas e privadas de todo o Brasil. Os estudantes devem ter no máximo 20 anos. Os projetos podem ser realizados individualmente ou em grupos de até três estudantes autores, com participação obrigatória de um professor orientador. Os projetos submetidos devem enquadrar-se nas áreas das Ciências (Exatas e da Terra, Biológicas, da Saúde, Agrárias, Sociais e Humanas) e Engenharias.

Na primeira etapa de seleção, centenas de professores universitários e pesquisadores de diferentes Universidades e Centros de Pesquisa do Brasil irão avaliar os inscritos e selecionar cerca de 500 projetos finalistas para participarem da apresentação e avaliação ao vivo via plataforma Zoom. A partir desta avaliação, serão indicados 70 projetos de destaque para participação, em março, na Mostra Presencial em São Paulo. Os critérios utilizados serão: criatividade e inovação; conhecimento científico do problema; forma de levantamento de dados e condução do projeto; profundidade da pesquisa, clareza na apresentação da documentação do projeto e na apresentação oral.

Durante as Mostras Virtual e Presencial os projetos de destaque serão avaliados, e identificados os primeiros, segundos, terceiros e quartos lugares de cada categoria – esses contemplados com troféus, medalhas e certificados. Diversas instituições públicas e privadas também oferecerão prêmios, como estágios, bolsas de estudo, equipamentos eletrônicos, visitas técnicas e credenciais para participação em outras feiras nacionais e internacionais. Serão ainda selecionados nove projetos, cujos autores irão representar o Brasil na maior feira pré-universitária do mundo: a Regeneron ISEF (International Science and Engineering Fair), que em 2022 será realizada no mês de maio nos EUA.

Previsão de formato híbrido

Diante das restrições para controle da pandemia da Covid-19, a mostra de projetos da Febrace será realizada no formato híbrido:  todos os projetos finalistas participarão de sessões de avaliação online e serão selecionados até 70 projetos de destaque para participação presencial em São Paulo. 

Na semana de 21 a 25 de março de 2022, acontecerão simultaneamente a Mostra Virtual de todos os projetos selecionados como finalistas e a Mostra Presencial de, aproximadamente, 70 projetos de destaque em São Paulo no campus da USP. Durante esta semana também acontecerão palestras e workshops com transmissão das atividades pela internet. Na Mostra Virtual, os estudantes autores de, aproximadamente, 500 projetos finalistas terão a oportunidade de divulgar  suas iniciativas, diretamente de casa, para professores e pesquisadores, participar de palestras e expor suas ideias ao público. Os participantes selecionados para a Mostra Presencial terão também a oportunidade de interagir presencialmente, em São Paulo, com professores, pesquisadores e visitantes. 

Sobre a Febrace

A Febrace é um movimento nacional de estímulo à cultura científica, à inovação e ao empreendedorismo na educação básica (fundamental, média e técnica), e seus principais objetivos são estimular novas vocações em Ciências e Engenharia, e induzir práticas pedagógicas inovadoras nas escolas. O estímulo a novas vocações é realizado por meio do desenvolvimento de projetos criativos, inovadores e significativos para os estudantes que o executam e para a sociedade. Práticas pedagógicas inovadoras proporcionam situações e orientações para que eles concebam e desenvolvam projetos investigativos.

O evento envolve, a cada ano, mais estudantes e professores no desenvolvimento de projetos investigativos. Em sua primeira edição, em 2003, foram enviados 300 projetos, e selecionados 93 finalistas. Mesmo diante das dificuldades e restrições impostas pela pandemia, em sua última edição, realizada em março de 2021, a Febrace envolveu diretamente mais de 28.650 estudantes de 27 unidades da Federação, que desenvolveram projetos investigativos e os submeteram diretamente ou através de uma das 74 feiras afiliadas. O evento, realizado à distância em função da pandemia, contou com a participação de 709 estudantes finalistas acompanhados por 482 professores orientadores/coorientadores.

A Febrace é organizada e realizada por uma associação sem fins lucrativos, a Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), mantida com o apoio e financiamento de seus parceiros. A associação LSI-TEC é uma Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT), que atua no desenvolvimento de tecnologia avançada para levar soluções inovadoras à sociedade, a partir de parcerias com instituições do setor público e privado. Apoiam o evento o MCTI, MEC, CNPq, Unesco, Petrobras, Samsung, a Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, Instituto 3M, Rede Globo e TV Cultura.