Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
16 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Com informações da CNN Brasil

MANAUS – A cantora Anitta foi a primeira convidada do “À Prioli”, novo programa solo da advogada e influenciadora digital Gabriela Prioli, que vai estrear na CNN Brasil Soft neste sábado, 30.

No “À Prioli”, a artista falou sobre diversos temas, como carreira internacional, o relacionamento com os fãs e a vida nos Estados Unidos, e revelou que se abalou com a pressão pelo seu posicionamento nas eleições presidenciais de 2018.

“Foi horrível na época, mas necessário, porque eu tinha várias ideias distorcidas de política, eu pensava tudo muito errado, não tinha muita sabedoria neste assunto e fui obrigada a ir estudar e gostei”, contou Anitta à Prioli.

Apesar de dizer que o movimento foi positivo, Anitta revelou que a pressão pelo posicionamento a afetou à época. “Poderia ter sido diferente. Você viu o quanto fiquei devastada, eu queria desaparecer, foi horrível.”

Carreira internacional

Com uma carreira sólida e de sucesso no Brasil, a cantora se mudou para os Estados Unidos para tentar conquistar também o cenário musical internacional. À Gabriela Prioli, Anitta revelou o sentimento de “recomeçar” em um País diferente.

“Falo para todo mundo que uma coisa que não pode ter aqui é ego. Tem que ter muita humildade e não ter medo de falhar. O que mais me ajuda aqui fora é a minha rede de fãs, e os brasileiros têm me apoiado muito”, afirmou Anitta.