Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
28 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Mesmo afirmando estar contaminado com coronavírus, o prefeito Edson Mendes (MDB), do município de Barcelos, distante a 401 quilômetros de Manaus, pretende gastar R$ 3,8 milhões na construção de uma escola de um pavimento com 12 salas de aula. O extrato do contrato foi publicado na quarta-feira, 8, no Diário Oficial dos Municípios (DOM).

O documento, no entanto, que foi assinado pelo prefeito, consta com data retroativa de 2 de abril de 2020. Na mesma publicação, foi inserida o despacho de homologação e adjudicação, com data retroativa de 31 de março deste ano.

A Revista Cenarium entrou em contato com a representação do município na capital, a secretaria de Educação e a prefeitura para pedir esclarecimentos sobre o contrato. Foi quando se ele iria iniciar e finalizar a obra, o total de alunos a serem beneficiados e o motivo da homologação do processo em meio à pandemia da Covid-19.

Conforme Ronnie Cardoso, representante de Barcelos, em Manaus, os serviços na cidade ainda estão suspensos por conta da pandemia da Covid-19 e no momento, não teria equipe responsável para responder às demandas da imprensa.  

A secretária de Educação, Rosana Cruz, afirmou que a prefeitura está de recesso e que também não poderia responder. A reportagem não obteve resposta dos contatos disponíveis no site da Associação Amazonense dos Municípios (AAM), do gabinete e do chefe de gabinete de Barcelos.

O contrato

Segundo o documento, a empresa Construtora Rio Negro Eirele – EPP foi a vencedora da licitação. O prazo de execução da obra é de 360 dias, iniciados após o recebimento da Ordem de Serviços, excluído o dia do começo e incluído o do vencimento.

Quanto ao prazo de vigência, serão 390 dias contados da data de assinatura, também excluído o dia do começo e incluído o dia do vencimento. O valor global do contrato é de R$ 3.869.558,18.

A empresa Construtora Rio Negro, de acordo com o site da Receita Federal, tem sede em Manaus e atividade econômica principal voltada para a construção de rodovias e ferrovias, além de um capital social de R$ 2,8 milhões.

O município

Barcelos é um município amazonense com uma população estimada em quase 28 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O instituto também mostra que o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) da cidade está abaixo da média estadual. Em uma escala que vai de 0 a 1 sobre a qualidade de vida das pessoas, Barcelos tem 0,500 como média, enquanto que a média do IDH do Amazonas é de 0,674.

Prefeito

Apesar de se mostrar atuante, por meio de suas páginas na internet, com a execução de obras na cidade, o gestor já foi alvo de denúncia por parte dos moradores que alegam descaso com a cidade, devido à falta de asfalto, infraestrutura e saneamento básico.

No início de março deste ano, Edson migrou no PSD para o MDB e surgiu ao lado do senador Eduardo Braga, líder do partido.

Coronavírus

Também em março, no dia 28, o prefeito de Edson Mendes publicou um vídeo em suas redes sociais afirmando ter testado positivo para coronavírus, sendo o segundo gestor do Amazonas a estar infectado pela doença.

O resultado, no entanto, não foi contabilizado para o Barcelos, que ainda não tem casos confirmados, pelo fato do prefeito testar positivo para a pandemia em Manaus, onde permanece em sua residência.

Veja a publicação do contrato: