26 de fevereiro de 2021

Com informações do G1

MANAUS – Mais de 160 mil inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aguardam a aplicação das provas, em todo o Amazonas, de acordo dados informados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com decisão da Justiça Federal do Amazonas, a aplicação das provas foi remarcada para os dias 23 e 24 de fevereiro. O Governo do Estado informou que informações relacionadas ao assunto serão discutidas em reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, nesta sexta-feira (19), e repassadas posteriormente.

Ao todo, 163.044 pessoas devem realizar a prova no Estado, sendo 160.548 no formato tradicional, e 2.896 pelo Enem Digital.

Por conta da alta no número de casos de coronavírus, que já infectou mais de 299,4 mil pessoas no Estado, a prova, que estava marcada para o dia 17 de janeiro foi adiada no Amazonas e em outros estados, para evitar a disseminação do vírus e aumento dos casos, mas alguns estados aplicaram a o Enem.

Nos estados em que a prova já foi realizada, houve um alto índice de abstenção, com recorde histórico de 51,5%. O maior índice havia sido registrado em 2009, com 37,7%. Em 2019, o índice do primeiro dia ficou próximo a 23%.

Este ano, em meio à pandemia, o Enem acontece em um formato diferenciado. O exame, que tradicionalmente acontece de forma presencial, passou a ser aplicado também de forma remota, no formato digital, em alguns Estados, e, no Amazonas, também vai ser assim. Os alunos poderão realizar a prova no formato digital, ainda em fase de testes.

No Enem digital, o aluno poderá realizar o exame de forma online, diretamente pelo computador, mas o acesso à prova não é feito de casa: assim como o modelo tradicional, o candidato só pode fazer a prova digital nas instituições selecionadas pelo Inep.