Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
20 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Com informações do Portal Alma Preta

SÃO PAULO – O Museu da Língua Portuguesa inaugurou um novo espaço expositivo no Pátio B do edifício histórico da Estação da Luz. O local será ocupado com a exposição “Viva Palavra”, com sete ilustrações de nomes de diferentes lugares do País como Luna B, Efe Godoy, Breno Loeser, Yacunã Tuxá, Renata Felinto, Criola e Antonio Junião, que também assina a curadoria. Para visitar essa mostra não é necessário pagar ingresso.  

“A ideia é mostrar a diversidade do que tem sido produzido fora do eixo Rio-São Paulo”, comenta Junião. Cartunista e ilustrador, atua na imprensa desde 1994, colaborando com veículos como Folha de S. Paulo, El País Brasil e Ponte Jornalismo. “Os trabalhos selecionados refletem as experiências efervescentes oriundas de movimentos artísticos, culturais e sociais”, afirma Junião. 

“Viva Palavra” é um desdobramento do projeto “A Palavra no Agora”, lançado em julho de 2020, para estimular o público a pensar sobre os sentimentos complexos despertados pela pandemia, por meio de exercícios de escrita disponibilizados em uma plataforma online. As publicações enviadas pelos internautas serviram de referência para os artistas desenvolverem seus trabalhos. O projeto continua acessível e aberto para novas participações no site.

A mostra “Viva Palavra” pode ser visitada gratuitamente de terça-feira a domingo, das 9h às 16h30, com acesso direto pela gare da Estação da Luz e pela Praça da Luz. Já o Centro de Referência recebe visitantes de terça-feira a quinta-feira, das 10h às 15h. O Pátio B fica localizado no canto do edifício mais próximo da Rua José Paulino.

A reconstrução do Museu da Língua Portuguesa é uma realização do Ministério do Turismo e Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, concebida e realizada em parceria com a Fundação Roberto Marinho.