Prefeitura de Ipixuna suspende transporte fluvial de cargas e passageiros por 15 dias

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – A prefeitura de Ipixuna, localizada a 1.364.60 quilômetros de Manaus, suspendeu, por 15 dias, o transporte fluvial de cargas e passageiros e prorrogou, pelo mesmo período,o decreto que fecha o aeródromo da cidade para voos comerciais. O documento foi publicado no Diário Oficial do Município nesta terça-feira, 28, e assinado pela prefeita Maria Oliveira (PSDB).

Segundo o decreto, que passou a valer a partir da última segunda-feira, 27, apenas serão permitidos voos no aeródromo Governador José Lindoso para os casos de urgência e emergência.

Os serviços de transporte fluvial de passageiros, operados por embarcações de pequeno ou grande porte, de qualquer natureza, ficam vedados pela prefeitura.

“Inclusive o transporte de cargas, ficando, excepcionalmente, autorizado, os casos que envolvam absoluto interesse da coletividade, e com expressa autorização da prefeitura, pelo prazo inicial de 15 (quinze) dias, podendo ser prorrogado”, diz trecho do decreto.

Descumprimento poderá acarretar multas

O descumprimento das medidas poderão sujeitar às sanções penais previstas nos artigos 268 e 230 do Código Penal, que preveem multas e prisões que variam de 15 dias a um ano de detenção.

O município está em situação de emergência declarada desde o dia 2 de abril deste ano, em razão da disseminação do novo Coronavírus, doença que causa a Covid-19, mesmo não tendo casos da doença. Desde o dia 6 deste mês, conforme o decreto n.º 014, o aeródromo da cidade está com as atividades suspensas.

O aeroporto

Em julho do ano passado, um adolescente de 17 anos morreu, após ser atropelado por um avião no aeroporto da cidade. O rapaz pilotava uma moto no local e não percebeu a chegada da aeronave.

De acordo com pessoas que presenciaram o acidente, o jovem estaria à caminho do trabalho em uma moto e, enquanto atravessa a pista de pouso e decolagem, foi atropelado pelo avião.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura de Ipixuna, mas até a publicação desta matéria, sem resposta.

Veja a publicação:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO