Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Carolina Givone – Da Revista Cenarium

MANAUS – Por meio do twitter, o presidente Jair Bolsonaro ataca o ex-aliado e ex-ministro Sérgio Moro, que presta depoimento neste sábado, 2, na Superintendência da Polícia Federal (PF). Moro deve esclarecer as acusações feitas por ele, na semana passada durante a coletiva de demissão, a respeito de interferências do presidente na atuação da PF e pedidos informações de inquéritos relacionados aos filhos.

Postagem do presidente no microblog twitter neste sábado, 2.

O processo de investigação citado pelo presidente, diz respeito ao atentado sofrido por ele durante um comício em 6 de setembro de 2018, na cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais. Enquanto era carregado em meio à uma multidão de apoiadores, o então presidenciável sofreu um golpe de faca na região do abdômen desferido por Adélio Bispo de Oliveira.

No entanto, no ano passado, o Ministério Público Federal (MPF) foi intimado para representar recurso contra Adélio mas não o fez, bem como Jair Bolsonaro, que não recorreu no prazo legal. Sendo a defesa do réu, intimada da sentença, a última a renunciar o prazo dado.

Inquérito

Após Moro acusar Bolsonaro, o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou abertura de inquérito para investigar as declarações. O pedido de abertura do caso, foi feita pelo procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, para que se comprove ou não as acusações de pelo menos sete crimes: falsidade ideológica, coação no curso do processo, advocacia administrativa, prevaricação, obstrução de justiça, corrupção passiva privilegiada e denunciação caluniosa.