Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
27 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Priscilla Peixoto – Da Revista Cenarium

MANAUS – Com o objetivo de promover conexões, oportunidades e os direitos da população LGBTQIA+, um grupo de amigos de Belo Horizonte (MG) fundou a primeira plataforma multipropostas voltada para esse público do Brasil. Intitulada de “Anda Direito”, a ferramenta oferece gratuitamente serviços de empregos, divulgação de talentos, bem como lugares, repúblicas, casas, eventos e negócios que acolham, agreguem e promova, de forma positiva, a vida desse público.

O projeto, criado em meados de 2016 pelo CEO e fundador Marcos Amancio, surgiu como forma de blog para compartilhar os desafios enfrentados pela comunidade LGBTQIA+, porém, ficou um período engavetado. Em 2020, foi retomado e durante a pandemia passou por uma reformulação e foi transformado para a atual plataforma “multipropostas”.

“Nascemos justamente para tentar diminuir esse “gap” entre as necessidades da comunidade LGBTQIA+ e a falta de iniciativas públicas voltadas para a nossa comunidade”, conta Amancio.

Segundo o CEO, a plataforma é de fácil acesso (Reprodução/ Divulgação)

“Anda Direito” e Crescimento

Marcos explica que o nome escolhido para registrar a plataforma foi justamente pelos constantes ataques, repreensões e diversos termos de superioridade e constrangedores que a comunidade enfrenta e vivência com constância. “Ouvimos com frequência frases do tipo: ‘Isso é coisa de viadinho’,’ fala direito’, ‘Não cruze as pernas’, ‘Seja mais feminina’ e várias outros termos”, relembra Marcos.

De janeiro deste ano, mês em que a plataforma ficou ativa e disponível para usuários de todo Brasil, até o início do mês de maio, a ferramenta já conta com mais de 400 páginas publicadas e mais de 1.200 usuários espalhados em vários Estados utilizando o instrumento. Na rede social Instagram, a plataforma já possui mais de 10 mil seguidores.

Com a expansão e procura pela plataforma, a equipe cresceu e além do Ceo Marcos Amâncio, mais quatro profissionais atuam no funcionamento indo desde o jurídico, consultoria, marketing ao cuidado com os conteúdos postados.

“Agora o nosso desafio é escalar a plataforma, ou seja, crescer, nos tornar conhecidos para que as pessoas da nosso comunidade possam utilizar a plataforma e fazer delas uma ferramenta diária”, revela.

Como usar?

Pensado para ser uma plataforma de fácil acesso, os interessados em usar a ferramenta, tanto para anunciar os negócios como para quem busca alguma oportunidade, Marcos explica que não há mistério.

“Para quem deseja divulgar uma proposta, por exemplo (serviço vaga de emprego, negócio, casa/república, currículo, movimento e evento), basta acessar a plataforma, clicar em ‘Divulgar Gratuitamente’ na página inicial, escolher a categoria de página que deseja divulgar, fazer o cadastro e prontinho. Nossa intenção de fato, é ajudar”, ressalta Marcos.

Mais que um modelo de negócios, a iniciativa também vem para mostrar a capacidade organizacional, a força independente do sexo biológico, orientação sexual, cor ou religião. “É bem mais que negócio no mercado, mas sim de um movimento em conjunto de resistência e orgulho. Reconhecemos que temos o poder real de transformação nas esferas, seja social, financeiro e emocional de ‘todes’ da nossa comunidade”, finaliza o fundador.