Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
6 de dezembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Da Revista Cenarium*

MANAUS – O presidente do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), deputado Sinésio Campos, anunciou nesta sexta-feira, 19, que a sigla já iniciou o trabalho colheita de candidaturas “puro sangue”, para disputar às prefeituras nos municípios e buscar fortalecimento da base de vereadores no Amazonas.

“Quem dizia que o PT iria se acabar, estava muito enganado. O partido continua forte e a sua estrela está em ascensão e mais brilhante do que nunca”, disse o presidente petista, que revelou ainda estar avaliando nomes para conquistar o interior, com resgate do legado que o PT construiu nos governos de Lula e Dilma. “Queremos o resgate dos programas habitacionais, dentre eles o Minha Casa Minha Vida, do Mais Médico e, sobretudo, do Luz para todos. Queremos que estes voltem a ser realidade em nosso estado e no Brasil”.

Primeira candidatura

O primeiro lançamento de candidatura própria foi em Santa Isabel do Rio Negro (a 630 quilômetros de Manaus), quando o vereador Evandro Aquino, mais conhecido como Bingola se dispôs para disputar a prefeitura com o professor Leôncio dos Santos Bezerra, o Tileo do Bolerão, para vice.

O vereador Bingola destacou que o PT administra o município de São Gabriel da Cachoeira (a 853 quilômetros de Manaus), que tem como prefeito Clóvis Saldanha (Corubão), que vai para reeleição. Seguindo essa orientação, o diretório de Santa Isabel do Rio Negro lança chapa de candidatura própria disputar a eleição de 2020.

Campos ressaltou ainda o fato de o PT não possuir apenas um legado histórico, mas o seu maior patrimônio: a militância de dois milhões de filiados e, no Amazonas, cerca de 40 mil.

“A resistência do PT é uma demonstração estamos consolidados em todos os municípios do Amazonas. Não se trata somente de disputa para ganhar eleição, devemos ouvir os anseios da sociedade e também dos técnicos em cada setor, nosso mandato, se assim o povo quiser, vai falar para o povo e não somente a uma elite que está mal-acostumada ao poder”, finalizou.

*Com informações da assessoria