Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
28 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Da Revista Cenarium *

Um pequeno grupo de comerciantes realizou protesto na manhã desta segunda-feira, 25, no centro de Belém para pedir a reabertura do comércio na capital paraense.

A prefeitura decidiu não prorrogar o “lockdown” encerrado nesta segunda-feira pelo governo do Pará. A medida estava em vigor desde o dia 7 de maio em 16 cidades do estado.

Mesmo assim, permanecem fechados shoppings, academias, salões de beleza, bares e restaurantes, que podem funcionar apenas por meio de delivery.

Também continuam suspensas as aulas nas redes pública e privada, assim como qualquer tipo de reunião com dez ou mais pessoas, como missas e manifestações.

Os municípios de Abaetetuba e Cametá mantiveram o “lockdown” como medida de combate ao coronavírus.

Na semana passada, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), informou que houve redução no número de pessoas com a Covid-19 procurando as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e postos de saúde da rede municipal.

Ele comunicou que a demanda por leitos de UTI ainda estava elevada.
O “lockdown”, por meio de decreto do governo do Pará, previa multa de R$ 150 para pessoas que circulassem nas ruas sem justificativa adequada ou sem máscara.

(*) Com informações da Folhapress