Em SP, unidades móveis de assistência à população LGBTQIA+ são instaladas nas estações de metrô

Com informações da assessoria

SÃO PAULO – Estações do metrô de São Paulo passaram a contar, nesta segunda-feira, 20, com uma unidade móvel de atendimento à população LGBTQIA+. O atendimento é realizado, gratuitamente, e conta com colaboradores na prestação de serviços de assistência social, assessoria psicológica e jurídica.

Segundo o metrô, quando necessário, é feito encaminhamento aos órgãos competentes. A ação visa a orientação e o combate à violência, intolerância e discriminação à população LGBTQIA+.

Nesta terça-feira, 21, a unidade móvel estará na Linha 3-Vermelha, na Estação Bresser-Mooca, atendendo das 12h às 17h. De terça a sexta-feira, 24, o serviço será disponibilizado na Linha 1-Azul, das 11h às 16h, nas estações Santana e Parada Inglesa.

Os passageiros da Linha 2-Verde também terão atendimento na quinta-feira, 23, das 13h às 18h, na Estação Ana Rosa, que faz integração com a Linha 1-Azul.

A iniciativa tem organização da Associação Cultural Educacional e Social Dynamite, atual gestora dos Centros de Cidadania LGBTQIA+ Laura Vermont, Luana Barbosa e Edson Neris, e apoio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo e do Metrô Social.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO